agario - agario - agario
Avaliação da implantação do cuidado humanizado aos recém-nascidos com baixo peso – método canguru - Belo Horizonte Observatory for Urban Health

Avaliação da implantação do cuidado humanizado aos recém-nascidos com baixo peso – método canguru

Objetivo:

Avaliar a implantação do método canguru em hospitais capacitados pelo Ministério da Saúde (MS).

Método:

Estudo transversal que avaliou 176 (60,1%) dos 293 hospitais maternidades (HM) capacitados entre 2000 e 2003 no Brasil. O estudo foi conduzido em duas fases. A primeira consistiu no envio de um questionário para os 293 HM, e a segunda fase realizou-se median- te visita in loco em uma amostra de 29 destes HM. O instrumento de coleta de dados da primeira fase foi enviado por correio, fax ou e-mail via Ministério da Saúde a todos os hospitais capacitados e abordava as dimensões da avaliação normativa: estrutura, processos e resultados. A segunda fase consistiu exclusivamente na avaliação de processo utilizan- do-se roteiro de observação não participante e estruturado. Para estimar a confiabilidade da variável “implantação das etapas do método”, entre o questionário e a visita local utilizou-se o teste de kappa.

Resultados:

A primeira etapa do método canguru foi implantada em 84,9% dos hospitais, porém apenas 47,3% implantaram as três etapas conforme regulamenta a norma brasileira. Os resultados do teste de kappa indicam concordância moderada para a primeira etapa e substancial para a segunda e terceira etapas do método.

Conclusão:

A capacitação foi importante para o início do processo de implantação do método canguru, mas não suficiente para promover a implantação das três fases do método.

Leia o artigo na íntegra

Leave a Reply