Cansaço visual, ardor e vermelhidão nos olhos. A turma que não consegue se desligar das novas tecnologias, provavelmente, já deve ter sentido algum desses sintomas. Isso porque a exposição excessiva ao computador, tablet e smartphones representa risco para a saúde dos olhos. As queixas de que algo não vai bem com a visão vem cada vez mais precocemente, com sintomas em crianças e jovens.

“O desenvolvimento de doenças como o progressão da miopia e a astenopia podem ser consequências dessa exposição”, explica o professor do Departamento de Oftalmologia, Galton Carvalho Vasconcelos.

Foto: Reprodução – Internet

Em média, o brasileiro gasta 5 horas conectado na internet através do computador e tablet e mais 3 horas no aparelho celular, segundo estudo da agência internacional We Are Social. 

Tanto tempo conectado às telas pode ter um custo alto. A progressão da miopia é uma consequência desse excesso. O quadro geralmente atinge o público infantil e consiste no agravamento da miopia ou no desenvolvimento da doença em pessoas que já possuem uma predisposição.

Uma medida apontada pelo professor Galton para melhorar o quadro da progressão da miopia em crianças é “deixá-las em ambientes abertos e expostas por menos tempo a aparelhos tecnológicos”.

Já a astenopia, também chamada de tensão nos olhos, acomete a população adulta. Esse problema é causado pelo desconforto físico sentido depois de duas ou mais horas em frente às telas, no qual há esforço constante dos músculos do olho, necessário para executar as tarefas que exigem a visão. O distúrbio tem alguns sintomas similares à vista cansada, como cansaço visual, ardor e o avermelhamento dos olhos. Apesar das semelhanças, as doenças têm causas diferentes, sendo que a vista cansada está relacionada aos fatores ligados à idade.

Para amenizar os sintomas da tensão, o professor Galton Vasconcelos orienta fazer pausas entre o uso desses dispositivos digitais e aumentar a frequência em que piscamos os olhos. No entanto, caso os sintomas persistam, é necessário procurar um profissional na área de oftalmologia.

Dia mundial da Visão

Para marcar o Dia Mundial da Visão, celebrado em 11 de outubro, a Liga Acadêmica de Oftalmologia e Otorrinolaringologia da UFMG promoveu ação para lembrar sobre os cuidados com a visão.

De 8 a 11 de outubro, foi montado, no hall da Faculdade de Medicina, um estande com óculos para simular doenças oftalmológicas e panfletos educativos relacionados ao tema.

    Contador de visitas: 150 visualizações

    Veja também: