Faculdade de Medicina

Universidade Federal de Minas Gerais


Notícias Externas

União de músicos latinos embala 1ª Quinta Cultural


Publicado em: AgendaCulturaExternas - 21 de maio de 2015

Grupo que mistura ritmos da América Latina divertiu público no campus Saúde

Tem tambor, teclado, chique-chique, percussão, saxofone. Tem gente brasileira, chilena, cubana e colombiana. Olhos nos olhos, sorrisos entre os dez músicos, tentativas de interação com a plateia. A Unión Latina de ritmos, tambores e metais, criada em Belo Horizonte em 2005, ofereceu doses de descontração aos alunos, funcionários, pacientes e visitantes do campus Saúde.

A estudante do 7° período de Medicina, Isabela Ribeiro.

A estudante do 7° período de Medicina, Isabela Ribeiro. Foto: Lucas Rodrigues

Entre esses estudantes estava Isabela Ribeiro, que cursa o 7° período de Medicina. Para ela, esse tipo de lazer, além de representar uma “fuga” da rotina, contribui para a saúde em geral. “Nós vivemos em função do curso e passamos boa parte do dia na Faculdade, sobrando pouco tempo pra lazer, hobbies. Tanto que a taxa de depressão entre os alunos de Medicina é muito alta. Então é bom dar uma variada, ouvir uma música diferente”.

“Promover isso no horário de almoço, inclusive, é ótimo, porque reúne mais estudantes e pacientes, que às vezes estão nas filas dos ambulatórios, hospitais e passam o dia aqui. Fora que não atrapalha o trabalho de ninguém”, acrescenta Isabela.

Um dos vocalistas da Unión Latina, que já contou ainda com integrantes mexicanos e uruguaios, o colombiano Javier Galindo garante que os percalços da profissão se confundem com os momentos de lazer e compara uma apresentação musical a uma sessão de ioga. “Você é confrontado a mudar alguma coisa. Quando você ouve uma música, você se abre pra ela, mesmo não enxergando. Você pode escutá-la à distância. Às vezes, isso te faz querer dançar, bater o pé, gritar ‘arriba’!”

Show da banda Unión Latina inaugurou Quinta Cultural em 2015

Show da banda Unión Latina inaugurou Quinta Cultural em 2015. Foto: Bruna Carvalho

De acordo com Galindo, apesar da diversidade cultural, todos os ritmos da Unión Latina são muito próximos, e o Brasil ajuda a criar essa identidade. “Cantamos em espanhol, mas se não tiver um tambor, por exemplo, vai faltar alguma coisa, pode comprometer o samba. A ideia é misturar os ritmos latino-americanos, com o universo amplo da salsa, música caribenha. Acaba que o Brasil reúne muito dessas culturas, é parecido, por exemplo, com a Colômbia. Aqui tem de tudo um pouco, relação com o público, tem gente que dança, relaxa”, observa.

Em meio à pluralidade de culturas, ritmos e ideias, uma parecia unânime entre os presentes: onde tem lazer e diversão, falta espaço pro cansaço.

A seguir, um trecho da apresentação:

Union Latina – 21-05-15

Quinta Cultural

A Diretoria de Ação Cultural da UFMG (DAC) promove, no campus Saúde da UFMG, uma atração cultural gratuita e aberta ao público, às 12h30, sempre na última quinta-feira do mês.

O projeto, chamado Quinta Cultural, é realizado em parceria com a coordenação do campus Saúde e Assessoria de Comunicação da Faculdade de Medicina da UFMG e oferece espetáculos de música, dança ou teatro no espaço do campus.

    Contador de visitas: 478 visualizações

    Veja também: