Film İzle | karımı gördünüz mü izle
UFMG promove 23ª edição da Semana do Conhecimento – Faculdade de Medicina da UFMG

Faculdade de Medicina

Universidade Federal de Minas Gerais


Notícias Externas

UFMG promove 23ª edição da Semana do Conhecimento


Publicado em: AgendaExternas - 8 de outubro de 2014

De segunda a sexta-feira, 13 a 17 de outubro, a UFMG recebe a 23ª edição da Semana do Conhecimento. A Universidade, em todas as suas dimensões, será mostrada em fóruns, jornadas, exposições, seminários, palestras, debates, eventos culturais e cerca de quatro mil apresentações de trabalhos de estudantes de graduação e de pós-graduação, incluindo os que são desenvolvidos em ações de extensão. As atividades serão realizadas em todas as unidades acadêmicas dos campi Pampulha e Saúde, em Belo Horizonte, e no Instituto de Ciências Agrárias, no campus Regional de Montes Claros. O evento integra a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, que neste ano aborda o tema Ciência e tecnologia para o desenvolvimento social.

Nas últimas edições o evento tinha a denominação de UFMG Conhecimento e Cultura. “A denominação parecia considerar a cultura como uma dimensão separada da produção do conhecimento, o que é um equívoco. A cultura ocupa lugar central na academia e perpassa todas as suas instâncias”, afirma o reitor Jaime Ramírez. Coerente com esse princípio, a programação do evento dará ênfase em atividades culturais, com apresentações diárias, às 12h30, na Praça de Serviços, e a instalação do I Fórum UFMG de Cultura na quarta-feira, dia 15 de outubro.

Segundo o reitor, a programação foi planejada para evidenciar a indissociabilidade ensino-pesquisa-extensão. “Além de produzir conhecimento, também precisamos compartilhá-lo e interagir com a sociedade. Trata-se de um compromisso institucional”, diz Jaime Ramírez, que participa da cerimônia de abertura no dia 13 de outubro, às 9 horas, juntamente com a vice-reitora Sandra Goulart Almeida.

Diálogo

Em sua atividade inaugural, a Semana do Conhecimento contará com conferência da professora Marilena Chauí, intervenção musical do grupo Grivo e vídeo do cineasta Cao Guimarães. “A conferência e os trabalhos artísticos dialogam ao se ocuparem da tecnologia como tema, seja pelas implicações filosóficas e políticas de sua onipresença na vida contemporânea, tema tratado pela professora Marilena, seja por investir na invenção e na criação resultante do atrito entre alta e baixa tecnologia, abordagem do Grivo em parceria com Cao Guimarães”, explica o professor Fernando Mencarelli, diretor adjunto de Ação Cultural.

Composta de eventos simultâneos tradicionalmente realizados pelas pró-reitorias de Graduação, Pesquisa, Pós-graduação, Extensão e Recursos Humanos, a Semana do Conhecimento destacará os melhores trabalhos em duas solenidades – na noite de quarta-feira, 15 de outubro, com a outorga do Prêmio UFMG de Tese e do Grande Prêmio UFMG de Tese, e na sexta-feira, 17 de outubro, na sessão de encerramento, com o anúncio das pesquisas e atividades selecionadas por comitês das diversas áreas do conhecimento, desenvolvidas no âmbito da graduação, da pesquisa e da extensão. Esta edição também presta homenagem ao professor Munir Chamone, responsável pela primeira patente depositada pela UFMG, o Pão Forte.

“Esperamos que os docentes das mais diversas áreas vejam a Semana como atividade didática, utilizando-a como forma de ensino, e estimulem a participação de estudantes em palestras, minicursos e visitas aos pôsteres”, afirma a pró-reitora de Pesquisa, Adelina Martha dos Reis, que integra a comissão responsável pela organização desta edição da Semana. Ela lembra que, por decisão do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe), não deverão ser aplicadas atividades de avaliação no período.

Pôsteres e teses

As pesquisas inscritas na Semana de Iniciação Científica, um dos eixos do evento, serão mostradas ao público na forma de apresentações orais ou exposição de pôsteres. Os mais de dois mil trabalhos de autoria de alunos de graduação e do ensino médio, bolsistas ou voluntários de iniciação científica serão analisados por cerca de 500 avaliadores.

Os pôsteres ficarão expostos nos dois primeiros dias, na unidade acadêmica do orientador do projeto. Os trabalhos selecionados em cada unidade serão levados ao saguão da Reitoria no último dia, quando passarão por avaliação de comitê externo à Universidade. “Nessa etapa, cada avaliador vai analisar em torno de dez pôsteres. Do total selecionado para a exposição final, 10% vão receber menção honrosa. Além disso, dois de cada área serão escolhidos para receber prêmio especial”, explica o professor Sérgio Cirino, coordenador da Semana e diretor de Produção Científica da Pró-reitoria de Pesquisa.

Na Extensão, é novidade a apresentação descentralizada dos trabalhos. “A mudança se deveu a uma demanda da comunidade acadêmica, já que nas unidades os pôsteres podem ter maior visibilidade do que reunidos em um único local, como ocorreu no ano passado”, justifica a pró-reitora adjunta de Extensão, Claudia Mayorga. Ela destaca o papel desempenhado pelos Centros de Extensão (Cenex) para o sucesso da Semana: “Eles são importantes órgãos de assessoria à Pró-reitoria, à Câmara de Extensão e à direção das unidades”, observa.

Além da divulgação de trabalhos, a Semana da Graduação inclui, nesta edição, apresentação de portfólios – atividade coordenada pela Diretoria de Inovação e Metodologias de Ensino (GIZ) – e exposição de projetos que integram o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid), da Faculdade de Educação (FaE), e de projetos acadêmicos sem vínculo com o programa de bolsas da Pró-reitoria. Todas essas modalidades serão avaliadas e concorrem a premiações.

A Pós-graduação integra a Semana do Conhecimento com a outorga do Prêmio UFMG de Tese e do Grande Prêmio UFMG de Tese, ambos instituídos em 2007. A premiação é concedida anualmente às melhores teses de doutorado defendidas e aprovadas nos cursos de pós-graduação no ano anterior ao da solenidade. A seleção começa com indicação de trabalhos em cada um dos programas de pós-graduação da Universidade. O Grande Prêmio é outorgado para a melhor tese selecionada em cada um dos três grupos de grandes áreas: Ciências Biológicas, Ciências da Saúde e Ciências Agrárias; Ciências Exatas e da Terra e Engenharias; Ciências Humanas, Ciências Sociais Aplicadas e Linguística, Letras e Artes. Os ganhadores são escolhidos por comissões de especialistas da UFMG e de outras instituições.

A Pró-reitoria de Recursos Humanos promove a IV Jornada de Produção de Conhecimento pelos TAEs. Os objetivos são divulgar resultados de trabalhos técnicos, culturais, artísticos e científicos desenvolvidos por técnico-administrativos em educação, na condição de alunos de cursos de graduação e pós-graduação, e contribuir para a formação e o engajamento dos servidores em atividades de pesquisa e extensão que possam, a um só tempo, proporcionar a aprendizagem de técnicas e métodos de investigação científica e possibilitar o aprimoramento de sua atuação profissional na Universidade.

Com Centro de Comunicação da UFMG

    Contador de visitas: 187 visualizações

    Veja também: