Acesso interno

UFMG investe recursos próprios em iniciativas acadêmicas


10 de outubro de 2018


Abertura de chamadas de apoio busca minimizar efeitos da retração orçamentária

Diante do forte impacto da retração de financiamento ­sobre as atividades acadêmicas, uma iniciativa institucional está direcionando recursos próprios da UFMG para áreas consideradas fundamentais: estruturação de laboratórios para ações de graduação, fomento de produtos destinados à educação básica e apoio a mestrados profissionais, a doutorandos e a docentes com perfil júnior.

Como explica a reitora Sandra Regina Goulart Almeida, trata-se de um conjunto de ações de fomento para estimular processos ligados ao ensino, à pesquisa e à extensão, atividades-fim da Universidade. “O objetivo é oferecer o necessário apoio em um momento em que a produção acadêmica da UFMG se destaca, mas o aporte das agências de fomento tem-se ­retraído”, afirma a reitora.

Disponibilizados por meio de editais das pró-reitorias acadêmicas – Graduação, Pesquisa, Extensão e Pós-graduação –, os valores serão aplicados nos próximos meses. Recursos próprios são aqueles provenientes de fontes como convênios e prestação de serviços e não de repasses do governo federal.

Matéria publicada na edição 2035 do Boletim UFMG traz um relato dessas iniciativas.

Redação: Centro de Comunicação Social da UFMG