Faculdade de Medicina

Universidade Federal de Minas Gerais


Notícias Externas

Técnicos do Nupad participam de capacitação em espectrometria de massas


Publicado em: ExternasNotícias - 27 de outubro de 2016

Treinamento para a metodologia de triagem neonatal aconteceu nos Estados Unidos

Profissionais do Laboratório de Triagem Neonatal do Nupad (LTN) estiveram nos Estados Unidos, durante o mês de setembro, para participar de capacitação sobre espectrometria de massas, técnica laboratorial capaz de identificar com alta precisão diversos distúrbios metabólicos em recém-nascidos. Os treinamentos ocorreram no Centro de Prevenção e Controle de Doenças (CDC), em Atlanta, e na Universidade de Wisconsin, em Madison, e são parte da preparação do Núcleo para padronizar a metodologia nas ações de triagem neonatal.

CDC_3

Daniela e Roberto no CDC, em Atlanta.

Os treinamentos ocorreram em duas etapas. A primeira foi no CDC, centro de referência para validação de procedimentos laboratoriais em todo o mundo. “O foco foi conhecer o protocolo e metodologia da espectrometria e se apropriar o máximo possível, para conseguirmos reproduzir a técnica em nosso serviço”, explica o coordenador do LTN, Roberto Ladeira. Além dele, também participou das atividades a supervisora técnica do laboratório, Daniela Nolasco.

No Laboratório da Escola de Medicina e Saúde Pública da Universidade de Wisconsin, que atualmente identifica mais de 20 doenças metabólicas em recém-nascidos por meio da espectrometria, os profissionais puderam praticar a técnica na rotina laboratorial. “O principal foi a análise dos resultados, para conseguir interpretar o que o equipamento encontra na amostra, se ela tem alteração e qual o prosseguimento”, informa Roberto.

Wisconsin_1

Roberto e Daniela com equipe do laboratório da Universidade de Wisconsin, coordenada pela Dra. Mei Baker.

Projeto piloto

Após a capacitação, a próxima etapa para padronização da técnica no Nupad é discutir as estratégias de trabalho e o painel de doenças a serem triadas em futuro projeto piloto. Segundo Roberto, os espectrômetros de massa, equipamentos usados na técnica e adquiridos pelo Núcleo em 2015, já se encontram preparados para utilização: “No CDC realizamos acesso remoto nos nossos equipamentos, que são os mesmo que eles possuem. Foram repassados os protocolos com foco no controle de qualidade”.

Para o coordenador, a principal vantagem da espectrometria de massas é a capacidade de triar diversas doenças metabólicas, com maior especificidade, a partir de uma única amostra de sangue do recém-nascido colhida em papel filtro: “Há uma maior acurácia nos resultados em relação às técnicas tradicionais, além de poder correlacionar dados para complementar, excluir ou identificar outras patologias”.

Parceria internacional

A cooperação técnica entre Nupad, CDC e Universidade de Wisconsin teve início em 2010, quando foram feitos os primeiros contatos para controle de qualidade em triagem neonatal. Nos últimos anos, além da capacitação de profissionais, o Núcleo contou, em 2014, com a presença dos especialistas Victor Miranda, do CDC, e Mei Baker, da Universidade de Wisconsin, em Belo Horizonte, durante realização de workshop internacional sobre triagem neonatal promovido pelo Nupad.

    Contador de visitas: 237 visualizações

    Veja também: