Os cerca de 50 sites da UFMG que sofreram ataques recentes de hackers começam a ser desbloqueados a partir desta quarta-feira, dia 4, quando a equipe da Diretoria de Tecnologia da Informação (DTI) espera concluir a implantação de mecanismo de proteção para reduzir a vulnerabilidade dessas páginas.

Segundo o diretor de Tecnologia da Informação, Diógenes Cecílio da Silva Júnior, os ataques provocaram destruição de conteúdos e sequestro de senhas de administradores. “A utilização de plataformas WordPress e Joomla, obsoletas e vulneráveis a esse tipo de ocorrência, e o uso de senhas fracas facilitaram as invasões a essas páginas web”, explica Diógenes, que é professor da Escola de Engenharia.

O ataque ocorreu no dia 15 abril, sexta-feira, e tão logo detectou o problema, a DTI bloqueou o acesso a todas as páginas web da UFMG, substituindo-as por página com opção para notificação ao pessoal de suporte.

De acordo com o diretor, a solução definitiva das fragilidades passa pela substituição gradativa, pelos administradores, das atuais plataformas por versões atuais e mais robustas, trabalho que exigirá mais tempo para sua execução e que será orientado pelos técnicos da DTI.

Com Centro de Comunicação da UFMG

    Contador de visitas: 224 visualizações

    Veja também: