Notícias Externas

Site oferece orientações a idosos de risco


Publicado em: ExternasNotícias - 2 de outubro de 2015

ivc20Com a intenção de oferecer informações sobre a saúde do idoso foi criado o questionário “Índice de Vulnerabilidade Clínico-Funcional 20”, o IVCF-20. Além das perguntas, que podem ser acessadas em www.ivcf20.com.br, a plataforma contribui com a identificação do idoso de risco, que é aquela pessoa com 60 anos ou mais, que apresenta maior risco de dependência. O site também oferece dicas e orientações para preservar e recuperar a independência do idoso.

O questionário pode ser respondido por qualquer profissional da área da saúde ou pelo idoso ou algum familiar. São 20 questões que abordam, por exemplo, se o idoso toma banho sozinho, está ficando esquecido, está com desânimo ou tristeza, se tem alguma doença crônica ou toma mais que cinco tipos diferentes de medicamento diariamente. Em seguida, o site aponta se a vulnerabilidade do idoso é baixa, moderada ou alta. Com isso, são oferecidas informações, como o medicamento que eles podem ou não usar, quais tipos de atividade física devem fazer ou a dieta a seguir. O site oferece também vídeos legendados que mostram como devem ser feitas as perguntas do IVCF-20.

Segundo o professor do Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Medicina e um dos responsáveis pelo site, Edgar Nunes, a plataforma foi criada para prestar serviço para a comunidade, tanto leiga, quanto de profissionais da saúde. “Esse instrumento não é só para dar um diagnóstico de que esse idoso precisa de uma avaliação melhor e mais detalhada. Ele também permite que o agente comunitário, o enfermeiro e o médico, reconheçam problemas de saúde que achavam que era normal pela idade”, explica. Isso porque, a velhice não pode ser considerada uma doença e os problemas devem ser identificados e tratados.

Com as respostas dos questionários, será possível identificar o idoso frágil, que deverá ser submetido à Avaliação Multidimensional do Idoso e elaboração do Plano de Cuidados; indicar as intervenções interdisciplinares capazes de melhorar a autonomia e a independência do idoso e prevenir o declínio funcional, institucionalização e óbito; e estruturar o direcionamento da consulta geriátrica para planejar uma consulta especializada do idoso, destacando as dimensões que merecem uma investigação mais detalhada.

O IVCF-20 foi validado através de uma dissertação de mestrado defendida no Programa de Pós-Graduação de Promoção da Saúde e Prevenção da Violência da Faculdade de Medicina da UFMG. Hoje, ele está preparado e testado para ser utilizado pela comunidade.

    Contador de visitas: 995 visualizações

    Veja também: