Faculdade de Medicina

Universidade Federal de Minas Gerais


Notícias Internas

Simpósio de Ética em Ensino e Pesquisa da UFMG recebe inscrições


Publicado em: AgendaInternas - 8 de Maio de 2015

Experimentação animal, planejamento de pesquisa, cuidado na pesquisa bioética e pesquisas nas áreas sociais e humanas serão alguns dos temas tratados nos dois dias do Simpósio de Ética em Ensino e Pesquisa da UFMG. Organizado pela Pró-Reitoria de Pesquisa, por meio da Comissão de Ética no Uso de Animais (Ceua) e Comitê de Ética em Pesquisa (Coep), o simpósio será realizado nos dias 10 e 11 de junho, no Auditório do Centro de Atividades Didáticas (CAD1), no campus Pampulha. As inscrições estão abertas no site do Coep e vão até o próximo dia 29.

O primeiro dia de evento será reservado a atividades relativas à experimentação animal. Na programação palestras e mesas redondas relativas ao tema, como a palestra: “O futuro da pesquisa animal no brasil e a exequibilidade das diretrizes diante das condições atuais do país”, que será proferida pelo coordenador do Conselho Nacional de Controle de Experimentação Animal (Concea), José Mauro Granjeiro.

Para a subcoordenadora da Ceua, professora Grace Schenatto, o simpósio é uma oportunidade de pesquisadores e alunos se informarem, principalmente quanto às novas regulamentações da área. “Estamos vivendo um momento de transição no Brasil. Antes o pesquisador tomava as suas próprias decisões no laboratório, agora ele tem regras bem claras a serem seguidas, que precisam ser bem conhecidas, para serem aplicadas com segurança”, explica.

Programação
No primeiro dia, 10 de junho, as atividades serão realizadas das 8h às 17h. No segundo dia, 11, a partir das 14h, o Ceua organizará três oficinas com intuito de capacitar pesquisadores e estudantes. Entre os assuntos, serão abordadas as regras e condutas básicas na utilização animal em laboratório e os mitos e verdades sobre a experimentação animal. Para inscrições no III Simpósio da Comissão de Ética no Uso de Animais acesse o site.

O segundo dia também será reservado às discussões do Comitê de Ética em Pesquisa. Entre as palestras, na parte da manhã, destaque para os estudos multicêntricos, aqueles feitos em conjunto com vários centros nacionais e internacionais. Como exemplo, será discutida a experiência do Projeto Elsa Brasil – Estudo Longitudinal de Saúde em Adultos, maior estudo epidemiológico da América Latina, do qual a Faculdade de Medicina da UFMG faz parte.

Na parte da tarde, as discussões serão direcionadas para a pesquisa nas áreas sociais e humanas. Entre as palestras “Especificidades Éticas das Pesquisas nas Ciências Sociais e Humanas”, que será proferida pela Professora Iara Guerrieiro, membro da Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep). Outro ponto, que para a coordenadora do Coep, professora Telma Lorentz, precisa ficar claro para a comunidade acadêmica é a substituição da Resolução do 196/96, do Conselho Nacional de Saúde, pela resolução 466/12. “Essa é a resolução em uso hoje e estamos trabalhando no intuito que o pesquisador procure se orientar por ela na hora da pesquisa, principalmente, no que diz respeito aos riscos e benefícios da pesquisa”, afirma. A coordenadora chama atenção ainda para dois pontos da nova Resolução: a correta elaboração do Termo de Assentimento de Consentimento Livre e Esclarecidos  (TCLE ) – para adultos,  e do Termo de Assentimento Livre e Esclarecido (Tale) – para crianças -,  instrumentos indispensáveis para o andamento das pesquisas.

Redação: Assessoria de Comunicação da Coordenadoria de Tecnologia e Inovação Tecnológica da UFMG

    Contador de visitas: 461 visualizações

    Veja também: