Faculdade de Medicina

Universidade Federal de Minas Gerais


Notícias Externas

Saúde e direitos do trabalhador em debate no campus Pampulha


Publicado em: AgendaExternas - 20 de Abril de 2017

A Conferência Livre de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora será realizada na próxima segunda-feira, 24 de abril, no Centro de Atividades Didáticas (CAD1), no campus Pampulha da UFMG das 8h às 18h.

A saúde laboral e a possível perda de direitos trabalhistas serão abordadas em conferência livre e em ciclo de debates.

A professora do Departamento de Medicina Preventiva e Social da Faculdade de Medicina da UFMG (MPS), Elizabeth Costa Dias, realiza a conferência de abertura ao lado do auditor fiscal Mario Parreiras de Farias, do Ministério do Trabalho, com o tema “Saúde do Trabalhador: Direito, Cidadania, Controle Social e Financiamento”, sob coordenação do Fórum Sindical e Popular de Saúde e Segurança do Trabalhador.

Os participantes assistirão ainda mesas fomentadoras de debates em grupos, antes de se reunirem em grupos para elaboração de propostas para o Plano Municipal de Saúde para os próximos quatro anos, que serão levadas à 14ª Conferência Municipal de Saúde, nos dias 8, 9 e 10 de junho.

O evento é promovido pelo Fórum Sindical e Popular de Saúde e Segurança do Trabalhador e da Trabalhadora de Minas Gerais, em parceria com a UFMG por meio de laboratórios que desenvolvem estudos sobre a temática do trabalho.

Debates
A professora Jandira Maciel da Silva, do MPS, promoverá debate sobre o olhar da Atenção Primária para o trabalho e seus impactos na saúde da família, da comunidade e do território. Também do MPS, o professorTarcísio Magalhães Pinheiro falará sobre promoção e vigilância em saúde do trabalhador e o papel do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest).

Outras mesas abordarão o olhar da urgência, emergência e hospitais para saúde do trabalhador e gestão da força do trabalho e educação permanente.

Participarão do evento representantes de conselhos de Saúde de órgãos públicos, sindicais e de associações de trabalhadores, além da UFMG e Ministério do Trabalho.

Redação: com informações do Cedecom/UFMG

    Contador de visitas: 136 visualizações

    Veja também: