Faculdade de Medicina

Universidade Federal de Minas Gerais


Notícias Externas

Sandra e Alessandro vencem consulta para a Reitoria da UFMG


Publicado em: ExternasInstitucionais - 23 de novembro de 2017

Com 65,67% dos votos, Sandra Goulart Almeida e Alessandro Fernandes Moreira foram escolhidos como reitora e vice para a gestão 2018-2022

 

 

Alessandro e Sandra durante a apuração dos votos da consulta.
Foto: Arquivo UFMG Pública e Diversa

Com 65,67% dos votos ponderados, a chapa 2, UFMG Pública e Diversa, formada por Sandra Goulart Almeida (Faculdade de Letras) e Alessandro Fernandes Moreira (Escola de Engenharia), venceu o segundo turno da consulta à comunidade acadêmica que subsidiará a escolha do Reitorado que dirigirá a UFMG no quadriênio 2018-2022. A chapa 1, UFMG em Foco, formada por Renato de Lima Santos (Veterinária) e Carmela Polito Braga (Engenharia), recebeu 34,33% dos votos válidos ponderados. O pleito teve ainda 0,82% de votos brancos e 2,03% de votos nulos.

Em relação aos votos absolutos por segmento, o resultado é o seguinte: a chapa 2 obteve 1.326 votos entre os professores, enquanto a 1 ficou com 787. Entre os técnicos-administrativos em educação, foram 1.931 votos dados à chapa Sandra-Alessandro e 429 à chapa Renato-Carmela. Entre os estudantes, a chapa 2 recebeu 2.907 votos e a chapa 1 ficou com 1.087.

O processo de apuração foi iniciado às 22h, após encerramento da votação nas unidades com expediente noturno, e finalizado às 1h42. O processo foi acompanhado por fiscais das duas chapas que fizeram a conferência dos votos nas próprias unidades. A totalização ocorreu no auditório da Reitoria, em processo público transmitido pela internet.

Confira o mapa completo da votação, que inclui três planilhas: total dos votos com ponderaçãoapuração por local e seção de votação e total sem ponderação apuração nas unidades acadêmicas e administrativas.

Comparecimento

O número de votantes foi menor neste segundo turno do que o registrado em 8 e 9 de novembro, quando 9.695 eleitores compareceram às urnas na primeira rodada. Desta vez, o número foi de 8.660. Choveu fortemente durante toda a quarta-feira no campus Pampulha, e historicamente a UFMG registra um decréscimo na participação na consulta entre o primeiro e o segundo turnos. Em 2013, 9.728 integrantes da comunidade universitária votaram no primeiro turno, participação que foi reduzida a 8.582 no segundo turno.

“O resultado que obtivemos nas urnas renova o compromisso com a proposta de uma UFMG Pública e Diversa. Eu e Alessandro chegamos aqui com o apoio de muitos – servidores docentes e técnico-administrativos e de estudantes – que trabalharam ativamente na construção do programa. Queremos agradecer a todos que nos apoiaram, que colaboraram e que fazem parte dessa vitória”, afirmou Sandra Goulart Almeida, reitora eleita para o período de 2018 a 2022.

De acordo com o artigo 42 do regimento da consulta, recursos sobre o resultado do segundo turno poderão ser encaminhados à Comissão Eleitoral até às 17 horas do primeiro dia útil após cinco dias decorridos da votação, ou seja, até 27 de novembro.

A Comissão Eleitoral encaminhará relatório final do processo ao Colégio Eleitoral, que se reunirá no dia 12 de dezembro para a elaboração da lista tríplice a ser encaminhada ao Ministério da Educação.

Com Centro de Comunicação da UFMG.

    Contador de visitas: 193 visualizações

    Veja também: