Faculdade de Medicina

Universidade Federal de Minas Gerais


Notícias Externas

Reunião discute novo modelo de Telessaúde na RMBH


Publicado em: ExternasInstitucionais - 12 de Fevereiro de 2015

CetesO Centro de Tecnologia em Saúde da Faculdade de Medicina da UFMG (Cetes) recebeu, ontem, os secretários de saúde e referências técnicas de municípios da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) para uma reunião acerca do Programa Telessaúde Brasil Redes.

Foram discutidos os planejamentos futuros e a gestão do programa. A professora Alaneir dos Santos, da coordenação do Cetes, iniciou o encontro apresentando um mapa situacional atualizado do projeto de Telessaúde no país. Segundo Alaneir, o programa, que tem como objetivo melhorar o acesso à atenção especializada para usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), atualmente consegue resolver 70% das demandas clínicas, através das teleconsultorias, sem que o paciente precise se deslocar de sua região.

Em seguida, Simone Ferreira, Neuslene Rievrs e Maria Aparecida Miranda, membros da equipe de telessaúde do Cetes, conduziram o debate com os representantes dos 14 municípios da região metropolitana contemplados pelo programa. A principal questão levantada foi a da proposta de aumento do porte do núcleo formado por eles, que passaria de porte 2, para porte 4, segundo a Portaria 2860, instituída em dezembro de 2014. Com isso, o núcleo deveria passar a contar com 600 equipes de Atenção Básica para a solicitação de teleconsultorias. Também foi discutida a mudança na forma de repasse de verba. Os secretários presentes propuseram, ainda, aumentar o número de pontos de telessaúde para abranger as Unidades de Saúde que tenham estrutura para a realização de teleconsultorias.

Em sua maioria, os representantes foram favoráveis às propostas apresentadas, no entanto foi definido um prazo de quinze dias para o posicionamento oficial dos municípios. Outro encontro foi marcado para o dia 25 de fevereiro, no qual os representantes deverão entregar um termo de adesão ao novo modelo do programa.

Sobre o programa
O Programa Telessaúde Brasil Redes está presente em todo o território nacional, desenvolvendo atividades de teleconsultorias, telediagnóstico e tele-educação. O Centro de Tecnologia em Saúde da Faculdade de Medicina da UFMG coordena e monitora as atividades em 851 pontos de telessaúde divididos em Núcleos Regionais de Telessaúde em Minas Gerais e no Piauí.

Um destes Núcleos é o da Região Metropolitana de Belo Horizonte que é composto por 14 municípios: Belo Horizonte, Betim, Esmeraldas, Ibirité, Itabirito, Igarapé, Juatuba, Jaboticatubas, Lagoa Santa, Ribeirão das Neves, Sabará, Santa Luzia, Sarzedo e Vespasiano. A fase de implantação dos núcleos aconteceu a partir de 2011, com o fornecimento da infraestrutura para o funcionamento dos pontos e a capacitação dos profissionais da Atenção Básica para a utilização de Telessaúde.

    Contador de visitas: 521 visualizações

    Veja também: