Radiação: riscos à saúde?


Publicado em: Divulgação Científica - 13 de setembro de 2013

Normal
0

21

false
false
false

PT-BR
X-NONE
X-NONE

MicrosoftInternetExplorer4

No programa de rádio desta semana, descubra se os profissionais e pacientes envolvidos com exames de raio-x e tomografia podem sofrer algum dano a curto ou longo prazo

marca-scc1Marcada na história mundial após os desastres em Chernobyl, na Rússia e Hiroshima, no Japão, a radiação se tornou um dos maiores temores da nossa sociedade e a exposição radioativa ao homem é motivo de constante preocupação. Os profissionais de Tecnologia em Radiologia que o digam: por lei, eles não devem trabalhar mais do que 24 horas semanais. Mas será mesmo que essa profissão apresenta riscos à saúde?

A tecnóloga e professora do Departamento de Anatomia e Imagem da Faculdade de Medicina da UFMG, Fabiana Paiva, pondera: “Nos dias de hoje, o risco ocupacional é praticamente inexistente.” Segundo ela, existem equipamentos de proteção eficientes e medidas de segurança, que garantem aos profissionais da área um monitoramento dos níveis de radiação a que eles ficam expostos. “Todo profissional trabalha com um dosímetro para medir a dose dessa exposição”, explica.

radiologia-1Os pacientes também estão seguros. “As doses radioativas utilizadas nas radiografias simples são muito baixas”, reforça Fabiana. A professora acrescenta que essas doses nos laboratórios são inferiores às da radiação ambiental, que vem dos raios solares, por exemplo, e que qualquer indivíduo está exposto.

Apesar disso, a tomografia computadorizada é um exame que envolve uma taxa de radiação mais alta e que, por isso, exige mais cuidado do que outros exames. Nesse caso, é importante que o médico avalie a real necessidade do procedimento. “O que a gente deve sempre levar em conta é a relação custo e benefício. Existe o risco para o paciente que fica mais exposto à radiação, principalmente com doses grandes, cumulativas, mas se ele deixa de fazer o exame, ele tem o risco relacionado à falta desse diagnóstico”, observa.

E em relação às medidas de segurança dos locais de exame, Fabiana Paiva destaca que hoje esses locais contam com treinamentos periódicos para os profissionais envolvidos, além de sinalização das salas para indicar que os pacientes devem pedir pelas medidas de proteção caso tenham acesso às mesmas.

Tema da semana

A mamografia, exame fundamental que visa reduzir os casos de câncer de mama, e curiosidades sobre o curso de Tecnologia em Radiologia da Faculdade de Medicina da UFMG, também são destaques. Confira a programação:

O curso superior – segunda-feira (16/09/13)

A questão da radiação – terça-feira (17/09/13)

Mamografia – quarta-feira (18/09/13)

Atuação profissional – quinta-feira (19/09/13)

A radiologia além da saúde – sexta-feira (20/09/13)

Sobre o programa de rádio

O Saúde com Ciência é produzido pela Assessoria de Comunicação Social da Faculdade de Medicina da UFMG e tem a proposta de informar e tirar dúvidas da população sobre temas da saúde. De segunda a sexta-feira, às 5h, 8h e 18h, ouça o programa na rádio UFMG Educativa, 104,5 fm. Ele ainda é veiculado em 32 emissoras de rádio em Minas Gerais. Também é possível conferir as edições pelo site do Saúde com Ciência.

    Contador de visitas: 569 visualizações

    Veja também: