Propostas da UFMG são aprovadas no PPSUS


Publicado em: Notícias - 22 de março de 2010

Foi divulgada e está disponível para consultas a relação das propostas aprovadas no edital  do Programa de Pesquisa para o SUS (PPSUS), da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig).  Das 115 propostas submetidas, 40 foram aprovadas, sendo que 50% são de pesquisadores da UFMG.  Veja aqui.

Entre os selecionados, estão os pesquisadores do Nescon Eli Iola Gurgel Andrade (Avaliação de cobertura, acesso e qualidade da assistência farmacêutica, garantidos pelas decisões judiciais em Minas Gerais) e Cornelis Johanes Van Stralen (Os desafios da reorientação do modelo assistencial: uma análise integrada das percepções de usuários, profissionais de saúde e gestores sobre a estratégia da saúde da família).

A professora Efigênia Ferreira e Ferreira, da equipe do Programa Ágora também foi contemplada com o projeto Determinação da concordância e validade de um instrumento de avaliação odontológica para idosos com agentes comunitários de saúde.

Os pesquisadores contemplados deverão cadastrar seu projeto diretamente no sistema AgilFAP, da Fapemig. O prazo para esse cadastro é de 16 de março até às 17h do dia 28 de abril. Segundo a Fapemig uma carta será enviada aos coordenadores, por e-mail e pelos correios, com as instruções necessárias para esse cadastro.  Segundo o  presidente da Fapemig, Mario Neto Borges, esse cadastro é necessário para a contratação das propostas, já que a submissão das mesmas foi feita diretamente no sistema do Ministério da Saúde.

A Fapemig também divulgou uma relação das propostas não aprovadas, disponível  aqui .

PPSUS
O objetivo do PPSUS é apoiar estudos e pesquisas que promovam o desenvolvimento tecnológico em saúde, fortalecendo a gestão e a eficiência do Sistema Único de Saúde (SUS). O programa é uma parceria do Departamento de Ciência e Tecnologia da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos (Decit/SCTIE), do Ministério da Saúde, com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e diversos atores estaduais – como as Fundações de Amparo à Pesquisa (FAPs) e secretarias estaduais.

Redação: Assessoria de Comunicação do Nescon/Faculdade de Medicina da UFMG.
(31) 3409-9673 comunicacao@nescon.medicina.ufmg.br

    Contador de visitas: 322 visualizações

    Veja também: