Faculdade de Medicina

Universidade Federal de Minas Gerais


Notícias Externas

Programação no campus Saúde debate diversidade sexual e de gênero


Publicado em: AgendaExternas - 5 de maio de 2017

A I Semana de Diversidade Sexual e Gênero do campus Saúde da UFMG, que será realizada entre os dias 8 e 12 de maio, contará com diversas atividades culturais, de formação e debates sobre as demandas específicas das pessoas lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais, queers e intersexuais (LGBTQI).

A programação, gratuita e aberta ao público, é uma realização do Conselho de Entidades de Base composto pelos diretórios acadêmicos de todo os cursos do campus Saúde (DAMAR, DAFono, DAGESS, DAAB, DANut, e DAMC). A data escolhida faz  referência ao 17 de maio de 1990, dia em a homossexualidade foi retirada do Código Internacional de Doenças.

De acordo com a aluna do curso de Gestão de Serviço de Saúde da UFMG e colaboradora da Semana, Barbara Marques, o objetivo principal é passar uma forma de conhecimento e interação dentro do campus sobre uma temática que ainda não é falada aqui. “Um evento desses é importante porque, mesmo dentro de uma universidade como a UFMG, não temos o tema dentro do currículo”, afirma. “Mas, mais do que isso, precisamos entender que a sociedade é assim e precisamos respeitar o ser humano de qualquer forma, ainda mais lidando com ele no dia a dia na área da saúde. Por isso é importante entender o que eles passam e se colocar, um pouco, no lugar do outro”, continua.

O estudante de Medicina e também colaborador, Henrique Manata, completa dizendo que a intenção é que a programação seja aberta, não só para estudantes, mas para que todas as pessoas entendam a situação das pessoas LGBTQI e quebrem seus preconceitos. “Pretendemos proporcionar o aprendizado de como lidar com certas situações que iremos nos deparar no cotidiano de trabalho, além de fortalecer a própria comunidade LGBTQI dentro do campus Saúde, que é uma população marginalizada”, aponta. “Essa semana não será suficiente para as pessoas se informarem. É apenas um começo para desenvolver um debate maior sobre essa população. A partir de agora, iremos tentar fazer todos os anos, para que mais pessoas conhecem essa realidade”, explica.

Evento receberá arrecadações para Casa TransVest
“O interessante da programação é que teremos desde uma oficina simples de confecção de materiais até a arrecadação para a Casa TransVest, primeira casa de abrigo de Belo Horizonte voltada exclusivamente para travestis e transexuais em situação de rua”, conta Barbara. Como a Casa foi inaugurada recentemente, os alunos informam que irão arrecadar qualquer tipo de material, desde roupas e alimentos (perecíveis ou não), por exemplo, até itens para a própria residência.  As caixas de doação ficarão disponíveis durante a I Semana de Diversidade Sexual e Gênero, na Faculdade de Medicina e na Escola de Enfermagem da UFMG, além dos DAs dos cursos do campus Saúde.

O evento será encerrado com um Fim de Tarde no DAAB que, de acordo com a aluna, tem o intuito de interação entre os participantes da Semana e para conhecer o público LGBTQI, quebrando, assim, o tabu dentro do campus. O valor cobrado na entrada da festa também será doado para a Casa TransVest.

A programação e mais informações estão disponíveis no Facebook.

    Contador de visitas: 626 visualizações

    Veja também: