Na semana de 13 a 17 de setembro o programa Saúde com Ciência antecipa homenagem à terceira idade, reapresentando a série “Saúde do Idoso”.

Segundo o calendário de eventos do Ministério da Saúde, no dia 27 de setembro é comemorado o Dia do Idoso, e, logo depois, em 1° de outubro, é o Dia Internacional das Pessoas da Terceira Idade.

E a aparente preocupação com o envelhecimento se justifica. Segundo o último censo do IBGE, a expectativa média de vida do brasileiro subiu de 67 para quase 72 anos.

O brasileiro está vivendo em torno de 3,5% mais. Cresceu 22% o número de pessoas com mais de cem anos, que são em torno de 11 mil indivíduos.

Um estudo desenvolvido na Faculdade de Medicina alerta que as condições físicas e sociais do lugar de moradia do idoso podem tanto promover sua independência e mobilidade, quanto impedir que ele consiga realizar suas atividades de vida diária.

Ser uma pessoa ativa e ter uma “boa relação” com a velhice é um dos meios de prevenir e tratar várias doenças, como osteoporose, diabetes, hipertensão arterial e, inclusive, a depressão.

O programa alerta, portanto, que pensar na velhice antecipadamente só traz bons resultados. Para isto, é preciso conhecer os riscos e aprender como evitá-los.

Ouça no site do Saúde com Ciência ou nas rádios conveniadas

PROGRAMAÇÃO DA SEMANA

Programa 1
Doenças do idoso. Segunda-feira, 13

Duração: 4min44
Entrevistada: Flávio Chaimowicz, geriatra, professor do Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Medicina da UFMG.

Programa 2
Estatuto do idoso. Terça-feira, 14

Duração: 4min20
Entrevistada: Dorotéia Fernandes da Silva, assistente social do Hospital das Clínicas da UFMG.

Programa 3
Doenças mentais em idosos. Quarta-feira, 15

Duração: 4min44
Entrevistado: Paulo Caramelli, neurologista, professor do Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Medicina da UFMG.

Programa 4
Sexualidade do idoso. Quinta-feira, 16

Duração: 5min02
Entrevistado: Gérson Lopes, sexólogo, ginecologista e obstetra.

Programa 5
Assistência ao idoso. Quinta-feira, 17

Duração: 4min18
Entrevistada: Anadias Trajano, professora do Departamento de Enfermagem Aplicada da Escola de Enfermagem da UFMG e mestre em enfermagem.

    Contador de visitas: 81 visualizações

    Veja também: