Notícias Externas

Pós em Infectologia e Medicina Tropical premia trabalhos em encontro


Publicado em: ExternasNotícias - 11 de dezembro de 2017

Professores Eduardo Antônio Ferraz Coelho, coordenador do PPG-IMT, Antônio Luiz Pinho Ribeiro, vice-coordenador do PPG-IMT, e Carlos Alberto Pereira Tavares, sênior do laboratório de pesquisa do PPG-IMT. Foto: Carol Morena

O 3º encontro de pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Infectologia e Medicina Tropical (PPG-IMT), realizado na quinta-feira, 7 de novembro, reuniu professores e pesquisadores da área em discussões sobre avanços imunoterapêuticos nas doenças infecciosas e tropicais como leishmaniose em humanos, HIV/AIDS e doenças causadas por microbactérias, como tuberculose e hanseníase.

No encontro, foram premiados os melhores trabalhos desenvolvidos nas categorias de iniciação científica, mestrado e doutorado. Para o professor Eduardo Antônio Ferraz Coelho, coordenador do PPG-IMT, o evento é importante para, além de divulgar os trabalhos dos alunos, estimular a produção acadêmica. “Temos quinze linhas de pesquisa e praticamente todas estão representadas aqui. Procuramos estimular os alunos ofertando a premiação por certificados. O retorno foi positivo tanto em quantidade como em qualidade” afirmou.

Professor Antônio Luiz Pinho Ribeiro, vice-coordenador do PPG-IMT, e Guilherme Garcia, premiado na categoria doutorado. Foto: Carol Morena

Participaram como palestrantes convidados os professores Myron Christodoulides, professor de bacteriologia e microbiologia molecular da Universidade de Shouthampton, no Reino Unido, e a professora Ester Cerdeira Sabino, do Departamento de Moléstias Infecciosas da Faculdade de Medicina da USP, além dos professores André Gustavo Tempone Cardoso, pesquisador do Instituto Adolfo Lutz, e Paulo Sérgio Lacerda Beirão, Titular do Instituto de Ciências Biológicas da UFMG.

Guilherme Garcia, aluno premiado na categoria de doutorado, disse se sentir honrado e feliz com o certificado. “É um reconhecimento do meu trabalho, num país com cada vez mais cortes em pesquisa. Fazemos o que podemos nos laboratórios, esperando obter resultados satisfatórios e um produto que seja relevante para a comunidade científica” contou. “Acredito no potencial dos trabalhos desenvolvidos aqui” concluiu.

Premiações
Conheça os trabalhos premiados na 3ª edição do Encontro do PPT-IMT

Iniciação científica
 “A non-described strategy of phage display used to select new antigens based on mimotopes employed for the serodiagnosis of tegumentary leishmaniasis”, de Michele Lucrécio Franklin.

Mestrado
“The exacerbated presence of repetitive motifs in a new recombinant kinesin-derived antigen of leishmania improves the specificity of the diagnosis of human and canine visceral leishmaniasis”, de Williane Fernanda Siqueira.

Doutorado
Menção honrosa para o trabalho intitulado “Development of chimeric protein for application in diagnosis of human tegumentary leishmaniasis”, de Guilerme Caetano Garcia.

Sobre o programa
Ao longo dos seus mais de 40 anos de existência, o PPT-IMT formou aproximadamente 250 mestres e 200 doutores.

Na última avaliação da Capes, o Programa recebeu conceito 6, mantendo-se assim entre as principais pós-graduações brasileiras, e se destacando pela produção científica de excelência, com elevado impacto internacional. O PPG-IMT conta, atualmente, com 20 professores orientadores permanentes, que desenvolvem seus projetos de pesquisa em 15 linhas hoje vigentes no Programa e que englobam os diferentes temas relacionados com a Infectologia e Medicina Tropical.

Dentre elas, destacam-se linhas tradicionais, como a doença de Chagas, esquistossomose, cardiologia tropical, leishmanioses, dentre outras; e linhas reformuladas, como Imunologia das doenças infecciosas e tropicais; Clínica, diagnóstico e tratamento das doenças infecciosas e tropicais; Infecções virais: HIV, HTLV-I/II e outros vírus.

Acesse a página do Programa.

    Contador de visitas: 524 visualizações

    Veja também: