Faculdade de Medicina

Universidade Federal de Minas Gerais


Foi divulgado o resultado do concurso literário de crônicas “Um dia no futuro”, promovido pelo programa Avas21, que teve como proposta retratar um cenário futurístico possível no cotidiano de alunos, professores ou funcionários da Faculdade, por meio de crônicas.

Ganhou o primeiro lugar a crônica dos professores Marco Aurélio Romano-Silva e Débora Marques de Miranda, “Porque é possível contar estrelas”. A história relata um dia do aluno de medicina JP, e conta soluções simples para algumas doenças, incluindo o problema de visão do próprio JP, que foi resolvido pela tecnologia, permitindo-o contar estrelas.

A aluna Joice Carneiro Dias Prodígios ganhou o segundo lugar com a crônica “Consulta (fora) de rotina”. Nela, Luís acompanha a avó numa visita ao geriatra e se surpreende com as tecnologias e praticidade do diagnóstico, além de resultado de exames quase instantâneos.

A aluna Sofia Clara Lage Rosa, autora da crônica “CRISPR” ficou em terceiro lugar. Nessa crônica é narrada a vida de uma pesquisadora com Síndrome de Asperger, um transtorno de desenvolvimento que afeta socialização e comunicação com eficiência. Depois de procurar soluções para diversos problemas, ela decide buscar pesquisar tratamentos para a própria doença.

Todas as crônicas participantes serão publicadas em coletânea sob formato de livro eletrônico com inscrição ISBN, sistema internacional de identificação de livros.

Para o professor do Departamento de Medicina Preventiva e Social da Faculdade e participante do Avas21, Raphael Aguiar, o concurso foi um sucesso e é possível pensar em uma segunda edição, ampliada. “Chamou atenção dos integrantes do Avas21 o fato de aparecerem ex-alunos, ex-funcionários querendo participar do concurso” contou.

Premiação
O primeiro lugar será premiado com um leitor de e-book kindle, além de exemplares dos livros “A música, a morte, outros prazos arbitrários”, de João Batista Monteiro, a coletânea “Steampunk – Contos do mundo do vapor; quintessência”, de Flávio Medeiros Júnior, e a coletânea “XII Concurso de contos Petros”.

O segundo e o terceiro lugar também receberão exemplares das obras “A música, a morte, outros prazos arbitrários” e “XII Concurso de contos Petros”. O segundo lugar receberá ainda um exemplar do livro “A ciência e a mente: crítica do conhecimento científico com base na física, matemática e lógica elementares”, de Geraldo Tupynambá, e o terceiro lugar receberá o livro “Doutor Viagem”, de Cid Velloso.  Os ganhadores serão premiados no dia 12 de março, quando será inaugurada a nova sala do Avas21.

Equipe de jurados
Os critérios para escolha dos vencedores mesclaram criatividade com pesquisa, já que um dos objetivos do concurso era uma “preparação” para um futuro tecnológico. Para isso, a equipe de jurados foi composta por professores das áreas de Saúde e Letras. São eles: Junia de Castro Magalhães Alves, professora aposentada do Departamento de Letras da Faculdade de Letras da UFMG; Luiz Otávio Savassi Rocha, professor aposentado do Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Medicina da UFMG; Stela Beatriz Torres Arnold, graduada em letras pela UFMG e mestre em literatura inglesa pela Columbia University e o médico Flávio César de Medeiros Júnior, oftalmologista formado pela UFMG e escritor de ficção cientifica, autor dos romances “Quintessência” e “Casas de Vampiro”

Mais informações sobre o Avas21 na página do programa.

    Contador de visitas: 285 visualizações

    Veja também: