Faculdade de Medicina

Universidade Federal de Minas Gerais


Notícias Externas

Pesquisa sobre população de Belo Horizonte é prorrogada


Publicado em: ExternasNotícias - 12 de dezembro de 2014

A pesquisa realizada pelo projeto “Conhecer e Cuidar”, da Faculdade de Medicina da UFMG, será aplicada nas residências de Belo Horizonte até o dia 31 de janeiro.  Esta é a terceira fase do censo, que tem o objetivo de avaliar a saúde da população de BH. Ao todo, 110 pesquisadores aplicarão um questionário em oito mil residências das regionais da capital mineira.

Segundo o coordenador do estudo e professor da Faculdade de Medicina da UFMG, Frederico Garcia, três mil questionários já foram aplicados em visitas realizadas em seis mil residências de Belo Horizonte. Os domicílios participantes foram sorteados aleatoriamente de acordo com um indicador de saúde. Os entrevistados também serão sorteados. Caso não estejam no momento da abordagem, um novo horário será agendado. A pesquisa acontecerá todos os dias da semana, incluindo sábado e domingo, das 8h às 22h. Todos os processos, tanto o questionário quanto o sorteio, serão feitos por meio de tablet para automatizar a pesquisa, evitar erro humano e ter acompanhamento em tempo real.

O professor Frederico Garcia ressalta que os pesquisadores estão identificados por crachá e colete verde. Os moradores podem acompanhar todo o trabalho do projeto “Conhecer e Cuidar” através da página do Facebook do Centro Regional de Referência em Drogas – UFMG (https://www.facebook.com/pages/Centro-Regional-de-Refer%C3%AAncia-em-Drogas-UFMG/149945028507049?fref=ts).
Os resultados irão contribuir para subsidiar políticas públicas de atendimento à saúde. A pesquisa também busca dados sobre a saúde dos usuários de drogas, suas relações e interações familiares, sociais e assistenciais.

 

Leia também: Pesquisadores encontram dificuldades para realizar censo em BH

Projeto inicia censo para conhecer a saúde em Belo Horizonte

    Contador de visitas: 478 visualizações

    Veja também: