Faculdade de Medicina

Universidade Federal de Minas Gerais


Parcerias e homenagem em visita de secretário


Publicado em: Notícias - 10 de Fevereiro de 2014

h3Em visita à Faculdade de Medicina da UFMG na sexta-feira, 7 de fevereiro, o secretário nacional de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde, Helvécio Magalhães, relembrou e agradeceu as parcerias firmadas durante os oito anos da gestão do professor Francisco Penna, como diretor da Unidade. “Estamos aqui para mostrar reconhecimento e agradecer”, disse o secretário, lembrando parcerias que incluem os serviços do Nupad, projetos do Cetes e eventos científicos.

“Todas as nossas parcerias registraram muito sucesso”, disse o secretário, homenageado pela Diretoria, de quem recebeu uma placa de agradecimento. Helvécio congratulou ainda o diretor eleito, professor Tarcizo Nunes, e anunciou recursos destinados para o Laboratório de Simulação (Labsim) da Faculdade. “Estamos aqui para consolidar essa parceria e abrir caminho para outras. Vamos continuar a agenda com essa nova gestão”, afirmou o secretário.

De acordo com o professor Francisco Penna, o recurso, de 4 milhões, será utilizado para expansão da área do Laboratório e aquisição de manequins de alta qualidade. “Hoje, o Laboratório ocupa cerca de 500m² na Faculdade. O investimento possibilitará a expansão para cerca de 1750m²”, disse.

O diretor reforçou que o Laboratório de Simulação tem o objetivo de formar e atualizar profissionais da área de saúde. “Expandir a estrutura é importante para atender mais e melhor nossos cursos de graduação e pós, bem como promover cursos de atualização para os profissionais que já são formados”, disse. De acordo com o professor, os estudantes usam o Laboratório para aprender técnicas semiológicas. “Ao invés de aprender as técnicas nos pacientes, os alunos têm contato com manequins, alguns deles robotizados, que respondem a estímulos, e já saem preparados para a prática”, explicou.

Atenção Básica
h1A Atenção Básica em Saúde, prioridade do novo currículo do curso de Medicina, também foi assunto pautado durante o encontro. De acordo com o secretário, a atenção primária em saúde é, hoje, reconhecida como área estratégica.

Para ele, há um ambiente favorável nos ministérios da Saúde e Educação para iniciativas que priorizem a atenção básica. Ele disse ainda que é um desafio conscientizar os estudantes da importância de ser médico da família. “Vamos preparar um conjunto de medidas para melhorar o SUS, e é importante que a academia esteja próxima nesse momento. Formar melhores alunos é formar melhores médicos para o SUS”, afirmou.

    Contador de visitas: 266 visualizações

    Veja também: