Organizadores comemoram sucesso do Projeto Benvindo


Publicado em: Boa ideiaNotícias - 20 de setembro de 2011

“Em nenhum lugar do mundo existe tanta diversidade como aqui em Belo Horizonte. Estou fascinada”, disse a mexicana Alejandra Gonzalez, estudante de Enfermagem, depois de participar da primeira visita do Projeto Benvindo. A iniciativa, voltada para o acolhimento de alunos estrangeiros, foi criada na Faculdade de Medicina, em parceria com a Faculdade de Turismo, ligada ao Instituto de Geociências (IGC) da UFMG.

O encontro ocorreu na manhã do último sábado, 17, e reuniu não só estudantes de outros países que estão no campus Saúde, mas também de outras unidades da UFMG, para um passeio por alguns pontos turísticos da capital mineira.

Foto: Fernando Maximiano

A primeira parada foi na Praça da Estação. Seguindo pela Rua da Bahia, rumo à Praça da Liberdade, a turma passou por várias lojas e aproveitou para conversar com pessoas pelo caminho. O grupo parou para um lanche, momento que possibilitou também a interação entre os alunos envolvidos no projeto. Para a professora do IGC, Márcia Lousada, tudo saiu como a organização esperava. “Ter contato com outras culturas é fantástico. Ainda mais em um ambiente descontraído”, avaliou. “O projeto dá a oportunidade de os alunos conhecerem mais sobre BH ao mesmo tempo em que criam um relacionamento um com o outro”, disse.

A visita terminou no Circuito Cultural Praça da Liberdade. No Espaço TIM UFMG do Conhecimento, os participantes tiveram a oportunidade de avaliar o projeto. Para a surpresa da professora Eugênia Valadares, do Departamento de Propedêutica da Medicina, idealizadora da iniciativa, a repercussão superou as expectativas. “Foi uma unanimidade. Todas as avaliações foram positivas. Os relatos justificaram a criação deste projeto”, pontuou.

Por que Benvindo?

Algumas pessoas ficaram interessadas em saber porque o projeto se chama Benvindo e não Bem-vindo. De acordo com a professora Eugênia Valadares, a ideia era criar um nome próprio, de um personagem, que representaria o estudante acolhido.

A segunda etapa do projeto, que terá início em outubro, consiste em visitas, sempre em duplas, a casas de estudantes, professores e funcionários da Faculdade de Medicina interessados em receber os estrangeiros. Os anfitriões podem convidar os participantes para atividades como um almoço ou programações como sessões de cinema e teatro. A ideia é que as atividades possibilitem sempre a interação com a cultura belo-horizontina.

Os interessados em receber os estudantes podem se cadastrar pelo e-mail do Centro de Extensão da Faculdade de Medicina (Cenex-MED): cenexmed@medicina.ufmg.br.

Leia mais:

Projeto ´Benvindo´ acolhe estrangeiros na Medicina

 

    Contador de visitas: 357 visualizações

    Veja também: