Faculdade de Medicina

Universidade Federal de Minas Gerais


Notícias Externas

Nupad é homenageado por trabalho com pessoas com doença falciforme


Publicado em: ExternasNotícias - 14 de julho de 2017

Placa e troféu são concedidos pela Dreminas “ao amigo da pessoa com doença falciforme”

Representantes do Núcleo de Ações e Pesquisa em Apoio Diagnóstico da Faculdade de Medicina da UFMG (Nupad) e do Cehmob-MG foram homenageados no último sábado, dia 8, durante a III Edição do Prêmio João Batista. O evento, realizado na Fundação Hemominas, em Belo Horizonte, é promovido pela Associação de Pessoas com Doença Falciforme e Talassemia do Estado de Minas Gerais (Dreminas) e premia indivíduos e instituições que possuem um olhar diferenciado para as pessoas com doença falciforme.

José Nelio Januario, coordenador do Nupad, e Maria Zenó no Prêmio João Batista. Foto: Adair Gomez.

Ao todo, 27 profissionais foram premiados com o troféu João Batista após enquete realizada pela Dreminas junto às pessoas com doença falciforme. Entre eles, os motoristas do Nupad, Paulo Sérgio e Paulo Marcelino, e a atendente administrativo do Centro de Educação e Apoio Social (Ceaps), Aline Coelho. Para Aline, que está no Nupad desde 2013 e atua na recepção das famílias e pessoas com doença falciforme acolhidas no Ceaps, o prêmio é um reconhecimento do trabalho: “O mais emocionante é saber que a indicação é dos próprios pacientes, mostra que estamos no caminho certo, porque tudo que fazemos é por eles”.

Entre as instituições, Nupad e Cehmob-MG foram agraciadas. “O Nupad recebe a homenagem pelo apoio dado à Dreminas e pelos serviços de qualidade prestados às pessoas com doença falciforme”, declarou a presidente da Associação, Maria Zenó Soares, durante entrega da placa.

Projeto Aninha
Destaque também para o atendimento e acolhimento prestados às mulheres grávidas com doença falciforme a partir do Projeto Aninha, criado pelo Cehmob-MG em 2007. “O Aninha é a experiência mais exitosa do SUS (Sistema Único de Saúde) que a Dreminas conhece. Ele deu certo quando estabeleceu um fluxo na rede, uma equipe multidisciplinar e se dedicou à humanização das mulheres”, conta Maria Zenó. Segundo ela, a homenagem representa também a valorização da mulher negra, celebrada no mês de julho: “É um projeto que conseguimos transformar em política pública, que deu à mulher com doença falciforme a oportunidade de realizar o sonho de ser mãe”.

Outros homenageados foram: as profissionais do Cehmob-MG, Ana Paula Pinheiro Chagas, Milza Cintra Januário, Odete Aparecida de Moura e Teyte Moreira Silva; a coordenadora emérita da Política de Atenção Integral das Pessoas com Doença Falciforme, Joice Aragão de Jesus; e a representante da Coordenação Geral de Sangue e Hemoderivados do Ministério da Saúde, Maria Cândida Alencar Queiroz; entre outros.

Prêmio João Batista
Criada em 2012, a premiação é uma homenagem a João Batista, um dos fundadores da Dreminas. “O prêmio foi criado para homenagear o João, a pessoa que ele foi e o que ele representa. A gente não pode deixar a memória dele morrer”, afirma Maria Zenó.

    Contador de visitas: 242 visualizações

    Veja também: