Faculdade de Medicina

Universidade Federal de Minas Gerais


Novos Professores Titulares tomam posse nesta sexta


Publicado em: Notícias - 21 de outubro de 2008

Na próxima sexta-feira, dia 24 de outubro, às 19 horas, a comunidade acadêmica da Faculdade de Medicina da UFMG recebe o reitor, professor Ronaldo Pena, para solenidade pública que dará posse aos três novos Professores Titulares da Unidade no anfiteatro Amilcar Vianna Martins, sala 34.

Antônio Luiz Pinho Ribeiro, do Departamento de Clínica Médica (CLM), Márcio Bittar Nehemy, do Departamento de Oftalmologia e Otorrinolaringologia (OFT), e Marco Aurélio Romano-Silva, do Departamento de Saúde Mental (SAM), foram selecionados em concursos públicos, realizados em julho e agosto. Todos eram anteriormente classificados como Professores Associados.

Após a solenidade de posse, os professores empossados oferecerão coquetel de confraternização.

Mas, afinal, o que significa ser Professor Titular?

Na opinião do professor Manoel Otávio da Costa Rocha, Titular desde 2002, todo o sacrifício pessoal necessário para se conquistar esse nível expressa a renovação de um compromisso com o magistério.

“Esta é a maior conquista de um professor, mas, assim como o doutorado, não representa o fim da carreira”, destaca Manoel Otávio.

Para ele o título significa que o profissional se dedicou durante dezenas de anos ao aperfeiçoamento técnico e didático, e que, a partir daí renova seus votos de dedicação. “E ainda reforça sua satisfação pela opção por esta carreira, por vezes severa demais com seus seguidores”, afirma.

O diretor da Faculdade de Medicina, professor Francisco José Penna, Titular desde 1991, salienta que o Titular tem o dever de agregar, de contribuir de forma decisiva para deixar algo novo construído na universidade.

Ele também acredita que, uma vez que o Titular deve ter forte espírito de liderança, na medida em que o corpo docente se torna mais altamente qualificado, o objetivo da categoria é também o de aprimorar a qualidade do ensino ofertado, especialmente dado sua maior experiência e formação.

A carreira
A carreira de professor é composta pelas classes de auxiliar, assistente e adjunto. Entre essas classes a progressão se dá a partir de avaliação interna, com base em normas estabelecidas pela Universidade.
O professor adjunto pode progredir a associado, a partir de avaliação interna, regida por rigorosas normas.

“Mas, para se tornar Professor Titular é preciso que o candidato, além de possuir o título de doutor, se submeta a concurso público aberto a candidatos do País, e até do exterior”, informa a Comissão Permanente de Pessoal Docente, órgão assessor do Conselho de Ensino Pesquisa e Extensão, da Reitoria e da Pró-Reitoria de Recursos Humanos da UFMG.

Alguns Titulares trabalham em regime de Dedicação Exclusiva (DE), ou seja, total dedicação ao magistério. Outros, além de lecionarem, atuam em suas áreas de formação. Se aprovado, o candidato que já seja professor da UFMG inicia novo contrato.

CONHEÇA OS TITULARES DA MEDICINA/UFMG

Alfredo José Afonso Barbosa – APM
Andy Petroianu – CIR
Antonio Carlos Vieira Cabral – GOB
Antônio Luiz Pinho Ribeiro – CLM
Aroldo Fernando Camargos – GOB
Dirceu Bartolomeu Greco – CLM
Dulciene Maria M. Queiroz – PRO
Edilberto Nogueira Mendes – PRO
Eduardo Alves Bambirra – APM
Enio Roberto Pietra Pedroso – CLM
Francisco José Penna – PED
Geraldo Brasileiro Filho – APM
Joel Alves Lamounier – PED
José Renan da Cunha Melo – CIR
José Roberto Lambertucci – CLM
Luiz Gonzaga Vaz Coelho – CLM
Márcio Bittar Nehemy – OFT
Marco Aurélio Romano-Silva – SAM
Marcos Borato Vianna – PED
Manoel Otávio da Costa Rocha – CLM
Otoni Moreira Gomes – CIR
Paulo Roberto Savassi Rocha – CIR
Sebastião Cronemberger Sobrinho – OFT

Redação: Eloisa Ribeiro – Estudante de Jornalismo

    Contador de visitas: 378 visualizações

    Veja também: