Faculdade de Medicina

Universidade Federal de Minas Gerais


Notícias Externas

Nova turma de Tecnologia em Radiologia é recepcionada na Faculdade


Publicado em: ExternasGraduação - 10 de Março de 2017

Foto: Carol Morena

Na noite dessa quinta-feira, 9 de março, os novos alunos do Curso de Tecnologia em Radiologia foram recepcionados na Faculdade de Medicina da UFMG. Representando a diretoria da Instituição, o vice-diretor e professor do Departamento de Anatomia e Imagem, Humberto Alves, deu boas-vindas aos calouros e contou como o trabalho com o curso, que por ter turmas menores do que da Medicina, por exemplo, acaba tendo uma relação mais próxima.

“Vocês estão em dos cursos mais bem colocados do Brasil e isso só foi possível porque estão muito bem equipados em termos de professores. Agora vocês fazem parte da família Faculdade de Medicina, da qual tenho muito orgulho de pertencer”, afirmou Alves.

O professor do mesmo departamento, Paulo Márcio de Oliveira, como coordenador do Curso de Tecnologia em Radiologia, orientou os ingressantes sobre questões técnicas, como as matérias obrigatórias que são pré-requisitos para outras disciplinas. “Quando você é reprovado em uma disciplina como Anatomia humana radiológica e física das radiações, por exemplo, acaba travando a vida acadêmica. Então, o conselho principal é estudar”, indicou. Além disso, o professor recomendou que os novos estudantes não acreditassem plenamente nas experiências dos veteranos quanto às disciplinas, já que cada “matéria terá o peso que cada um quer dar a ela”.

Ele ainda ressaltou que o curso foi avaliado pelo Enade com nota cinco, a nota máxima, e é o segundo Curso de Tecnologia em Radiologia mais bem avaliado do Brasil. “Lembrando que o curso é o que eu quero que seja. Se quiser levar o curso mais ou menos, até dá. Mas se quiser aproveitar e retirar dele tudo que for possível, certamente será um profissional bem capacitado e preparado para o mercado”, pontuou.

Os novos ingressantes também ouviram a psicóloga Maria das Graças Ribeiro e a pedagoga Patrícia Carla, assessoras da Escuta Acadêmica da Faculdade que discorreram sobre algumas normas acadêmicas como trancamentos, regime especial, jubilamento, reinclusão e das situações particulares tratadas pela Escuta como doenças, conflitos e demais impedimentos de continuidade do estudo. “As pessoas adoecem, tem problemas pessoais ou familiares, às vezes tem que trancar o curso e isso não é vergonha ou diminui ninguém. Temos que encontrar saídas para isso, dentro de um curso de graduação que é exigente”, disse Maria. Ela também lembrou sobre o serviço de atendimento psicológico ofertado pelo Núcleo de Apoio Psicopedagógico aos Estudantes da Faculdade de Medicina (Napem), disponível gratuitamente aos discentes.

Durante a recepção, os novos estudantes também puderam conhecer a subcoordenadora do colegiado, professora, Luciana Batista, que os convidou para participarem da palestra sobre as novas regras do estágio curricular obrigatório, no dia 13 de março, às 17h30, na sala s146, subsolo da Faculdade.

Ainda houve a participação da chefe do Departamento de Anatomia e Imagem, professora Luciene das Graças, que se colocou a disposição para dúvidas e demais demandas dos alunos; o coordenador do Centro de Comunicação Social da Faculdade, Gilberto Boaventura, que apresentou os meios de comunicação e de acesso à informação disponibilizados à comunidade; e a representante da FUMP Fundação Universitária Mendes Pimentel, Magda Faria, que explicou sobre as assistências estudantis e moradias universitárias.

Expectativa para o curso

Foto: Carol Morena

Para a belo-horizontina Isabela Cristina de França, de 28 anos, formada em física, o curso pode atender às suas grandes expectativas. “Meu marido está formando agora em radiologia aqui, então sempre achei o curso bem interessante e amplo. Estou fazendo mais para adquirir conhecimento, mas quem sabe, também, mudar minha área. Espero bem mais desse curso do que esperei da física”, relatou.

Foto: Carol Morena

“Como tenho família na área, pude ver mais de perto como era a radioterapia e como sempre gostei de física, essa foi uma escolha mais fácil”, contou o estudante Bruno Rodrigues Paschoalino, 18 anos. “Estou muito entusiasmado para que as aulas comecem logo, porque não aguentava mais ficar em casa. Claro que vai ser difícil, mas acho que vou me divertir bastante”, completou.

A recepção continuou com a apresentação do Diretório Acadêmico Marie Currie que, junto ao professor Humberto Alves, apresentou o espaço institucional através de um tour pela Faculdade.

    Contador de visitas: 781 visualizações

    Veja também: