Neurociências analisa tiamina na amamentação


Publicado em: Notícias - 18 de setembro de 2008

“Episódio de Restrição de Tiamina durante a amamentação altera parâmetros cognitivos, glutamatérgicos e gabaérgicos em fases posteriores do desenvolvimento” é o título da palestra promovida pelo Programa de Pós-Graduação em Neurociências da UFMG, no próximo dia 23 de setembro, terça-feira, de 13h às 14h.

A palestrante, Danielle Marra, doutoranda pelo Programa de Pós-Graduação em Bioquímica do Instituto de Ciências Biológicas da UFMG (ICB), vai avaliar os efeitos da restrição de tiamina durante a amamentação sobre o aprendizado e a memória espacial, assim como sobre o equilíbrio bioquímico do organismo, considerando estudo em modelos animais.

Segundo a doutoranda, a velocidade de aprendizado e a precisão da recuperação da informação espacial foram significativamente alteradas pela restrição de tiamina (vitamina B1) somente nos animais jovens.

Também há indícios de que a restrição de tiamina provocada no período da amamentação possa ocasionar efeitos comportamentais e bioquímicos diversos, dependendo da etapa do desenvolvimento em que esses parâmetros são analisados. A deficiência de tiamina também induz lesões em diversas regiões cerebrais podendo afetar o sistema nervoso central e vários aspectos comportamentais.

“Diversos trabalhos sobre alterações cognitivas e bioquímicas em ratos adultos submetidos à deficiência de tiamina têm sido realizados, entretanto, raros estudos abordam os efeitos de uma deficiência maternal de tiamina em épocas posteriores da vida”, adianta Marra.

Serviço

Data: 23/09/2008, terça-feira
Horário: 13h às 14h
Local: Sala da Congregação. Bloco F1. ICB. UFMG (Av. Antônio Carlos, 6627. Pampulha. BH. MG).
Entrada franca, sem necessidade de inscrição prévia

Mais informações: (31) 3409 2545

Acesse o site

Redação: Marcus Vinicius dos Santos – Jornalismo

    Contador de visitas: 250 visualizações

    Veja também: