Faculdade de Medicina

Universidade Federal de Minas Gerais


Até  9 de setembro, o Núcleo de Educação em Saúde Coletiva da Faculdade de Medicina da UFMG (Nescon) recebe inscrições ao edital de seleção de entrevistadores e supervisores para atuar no Programa Nacional da Melhoria do Acesso e da Qualidade na Atenção Básica (PMAQ). São 69 vagas abertas a profissionais de nível superior completo nas áreas da Saúde, Ciências Sociais Aplicadas ou Gestão pública. Os candidatos devem ter experiência na realização de pesquisas, habilidade com ferramentas digitais (tabletssmartphones e computadores), bem como disponibilidade para viajar por um período médio de três meses.

Aos entrevistadores selecionados caberão atividades como aplicação de instrumentos de coleta de dados do PMAQ em pesquisas de campo, participação em curso de qualificação, dentre outras. Já os supervisores aprovados na seleção ficarão responsáveis pela coordenação das equipes de entrevistadores, acompanhamento de aplicação de questionários e tarefas correlatas.

A remuneração oferecida para os dois cargos é proporcional aos dias trabalhados. O entrevistador receberá 15 reais por entrevista realizada no período do roteiro de campo. O supervisor será remunerado com a mesma quantia, acrescida de 90 reais por dia trabalhado.

A modalidade de contratação oferecida é a de contrato de serviços de autônomo.

Inscrições e seleção

Os interessados em concorrer às vagas do edital devem, em primeiro lugar, ler atentamente o edital, . Em seguida, preencher o formulário de inscrição online e anexar, por meio do mesmo link, os documentos exigidos no edital.

O processo seletivo constará de análise do formulário de inscrição, do currículo, questionário, qualificação e avaliação escrita. O resultado final será divulgado nas páginas do Nescon e do Programa Ágora até 11 de setembro.

Outras informações pelo telefone 3409-9675.

Sobre o PMAQ

O Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ) procura induzir a instituição de processos que ampliem a capacidade de gestão da saúde nas três esferas de governo. Com isso, espera-se melhorar o acesso dos serviços ofertados por meio do Sistema Único de Saúde, bem como sua qualidade.

Iniciativa do Governo Federal, o projeto prevê a realização de um censo da infraestrutura das Unidades Básicas de Saúde (UBS), bem como das condições em que trabalham as Equipes de Saúde da Família (ESF) espalhadas por todo o Brasil.

As equipes de avaliação do PMAQ são formadas por um supervisor e três entrevistadores, que percorrem as UBSs aplicando questionários avaliativos a gestores, trabalhadores da saúde coletiva, além de usuários atendidos pelas ESFs.

(Assessoria de Comunicação do Nescon)

    Contador de visitas: 160 visualizações

    Veja também: