agario - agario private server - fancy text
Nescon participa de fórum mundial sobre RH para a saúde – Faculdade de Medicina da UFMG

“Não se promove cobertura universal em saúde sem profissionais bem-treinados e bem-distribuídos de acordo com as necessidades de saúde de cada região”. A declaração foi feita pela diretora da Organização Pan-americana de Saúde (Opas), Carissa Etienne, durante a segunda reunião do Grupo de Trabalho para o 3º Fórum Mundial sobre Recursos Humanos para Saúde, realizado de 16 a 20 de março em Washington, nos Estados Unidos.

Foto: Observatório Regional de Recursos Humanos en Salud

Representantes de instituições de mais de 30 países participaram do encontro

O evento foi promovido pela Organização Mundial de Saúde (OMS), como preparação para o 3º Fórum Mundial sobre Recursos Humanos para Saúde, que será realizado entre 10 e 13 de novembro deste ano em Recife (PE). Instituições de mais de 30 países participaram do encontro, a exemplo do Núcleo de Educação em Saúde Coletiva da Faculdade de Medicina da UFMG (Nescon), representado pelo diretor Francisco Campos.

Uma das principais discussões do grupo de trabalho foi a necessidade de se criar, para os países associados à Opas, uma meta comum de alcance da atenção integral aos usuários dos sistemas de saúde, que lhes garanta desde cuidados preventivos a tratamentos propriamente ditos.

Os debates também abordaram a importância das nações assegurarem o acesso à assistência sem custo e de qualidade. “Se você perguntar a uma pessoa o que ela quer, ela dirá que é o acesso aos serviços de saúde sem ter que empobrecer ao usá-lo”, destacou a diretora da Opas, lembrando que, de acordo com OMS, uma das principais causas de ruína e desintegração das famílias no mundo são os  altos gastos com cuidados médicos, pagos direto de orçamentos individuais ou domésticos.

Fórum Mundial sobre Recursos Humanos para Saúde

O 3º Fórum Mundial sobre Recursos Humanos para Saúde reunirá especialistas, autoridades e organizações públicas e privadas de todo o mundo em novembro deste ano em torno do tema: “Recursos humanos para a Saúde: base para uma cobertura sanitária universal e o programa de desenvolvimento pós-2015”. A ideia é definir objetivos e metas para o período de 2013 a 2016 para combater a crise de mão de obra no setor saúde em todo mundo – sobretudo em áreas de maior vulnerabilidade social e distantes dos grandes centros urbanos.

(Com Assessoria de Comunicação do Nescon)


 

    Contador de visitas: 150 visualizações

    Veja também: