Faculdade de Medicina

Universidade Federal de Minas Gerais


Nescon inaugura novas instalações e faz homenagens


Publicado em: Notícias - 4 de dezembro de 2007

O Núcleo de Educação em Saúde Coletiva da Faculdade de Medicina da UFMG, Nescon, inaugura no próximo dia 7, sexta-feira suas novas instalações e a galeria de retratos dos homenageados: Antônio Cândido de Melo Carvalho, Maria de Lourdes Chaves e Sérgio Arouca.

Participam da solenidade o professor Francisco José Penna, diretor da Faculdade de Medicina, professor Tarcizo Afonso Nunes, vice-diretor da unidade, professor Francisco Campos, Secretário de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde, do Ministério da Saúde e coordenador licenciado do Nescon, José Agenor Álvares da Silva, diretor da Anvisa e José Saraiva Felipe (ambos ex-coordenadores do Nescon) e José Paranaguá de Santana, gerente da Unidade Técnica de Políticas de Recursos Humanos Representação da OPAS, entre outros convidados.

Modernização

Localizado no 7º andar da Faculdade, as instalações do Nescon foram modernizadas, dentro da política de melhor aproveitamento dos espaços existentes na Faculdade de Medicina, com projetos produzidos pela equipe de profissionais do Departamento de Planejamento Físico de Obras da UFMG, DPFO.

A área anterior era de aproximadamente 437m2. Após anexar as antigas dependências do Centro de Extensão, que foi transferido para o 1º andar, o Nescon agora ocupa área de 555m2, equivalente a duas vezes a parte de baixo do Salão Nobre da Medicina.

De acordo com Pedro Paulo Cardoso, arquiteto responsável, entre as principais melhorias estão o redimensionamento dos espaços, da rede elétrica e da rede de dados, otimização das áreas, flexibilidade dos fluxos internos de trabalho e melhorias no acabamento.

“Nos ambientes que exigem baixo nível de ruídos e onde há movimentação constante de pessoas e cadeiras, instalamos piso com manta vinílica (emborrachado) e carpetes, além do forro de gesso”, explicou.

A obra, que começou em janeiro, contou com equipe de aproximadamente 30 profissionais, orientados pelos engenheiros André Lins Machado Coelho, Henrique Junqueira de Campos e Roberto Camargos e o arquiteto Pedro Paulo Cardoso, sob a coordenação de Lúcia de Fátima Barbosa Salgado e Antônio Brasil, responsável pelo setor de Arquitetura do DPFO.

O setor também investiu em melhoria tecnológica. Foram adquiridos novos computadores, equipamentos e servidores. Os recursos investidos foram liberados por meio de projeto aprovado junto ao Fundo Nacional de Saúde, do Ministério da Saúde, com apoio da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas).

.Galeria de fotos

Segundo o professor Edison Corrêa, vice-coordenador do Nescon, os agraciados são pessoas que se destacaram pelo caráter e conduta tanto no cumprimento do trabalho quanto nas relações que construíram ao longo da vida.

“Todos foram parceiros incondicionais do Núcleo e participaram ativamente de questões ligadas à Saúde Pública, cada um cumprindo seu papel, com o mesmo grau de comprometimento, literalmente vestindo a camisa”, destacou.

Os Homenageados

Antônio Cândido de Melo Carvalho médico e professor da Faculdade de Medicina da UFMG, foi um dos fundadores do Nescon e diretor do Núcleo de 1986 a 1990, ao lado do professor Francisco Campos, que era coordenador. Foi vice-reitor da Medicina e desenvolveu pesquisas ligadas a vários temas, entre eles a diabetes. Faleceu em 1991. A amiga e pesquisadora Veneza Berenice, relembra com carinho de Antônio, apelidado carinhosamente de Can-can. “Quando ele veio para o Nescon deu legitimidade ao Núcleo e ajudou no processo de consolidação, era uma grande amigo, encantador e cantava muito bem, sempre alegrava nossas rodas de conversas”, recordou. Entre os refrões cantarolados, não faltava a canção do Bardo na floresta, tradicional no Norte de Minas: “o amanhã nos levará embora/Longe do lar/Ninguém jamais saberá o nosso nome/Mas as canções dos bardos permanecerão”.

Maria de Lourdes Chaves – como funcionária da Medicina, participou da implantação do currículo novo ou no Internato Rural. Foi secretária do Nescon de 1986 a 1998. Faleceu em outubro 1998. Os que conviveram com ela, não poupam elogios e tampouco conseguem disfarçar a saudade. “A Lourdinha era uma pessoa feliz , dedicada, boa de serviço, gostava de servir e de ajudar as pessoas e não tinha quem não gostasse dela”, lembrou a amiga Suzana Maria de Morais Miranda, na época secretária de Antônio Cândido. E acrescentou “Quando morreu com pouco mais de 50 anos, foi uma tristeza só, o Chico chorou e até colocou uma placa com o nome dela na varanda da casa dele”, revelou. Para Édison Corrêa, ela era uma pessoa aglutinadora, que mantinha profunda relação humana com as pessoas com as quais convivia. “Para Lourdinha não tinha hora, nem sábado, nem domingo. Quando precisasse, ela estava de prontidão. Nosso desejo é que essa homenagem seja extensiva a um grupo de funcionários que, apesar de não trabalharem diretamente no Nescon, sempre conviveram muito próximos, apoiando”, explica Corrêa.

Sérgio Arouca – médico sanitarista, político e referência mundial em Saúde Pública. Entre muitos professores, políticos e pesquisadores que apoiaram o Movimento de Reforma Sanitária, que resultou na Constituição 1988, o Nescon escolheu homenagear esse importante parceiro na luta pela consolidação do SUS. Arouca defendia o acesso de toda a população às informações científicas, por acreditar que essas atividades eram financiadas pelos impostos dos próprios cidadãos e dizia “o SUS precisa ser repensado à luz da Reforma Sanitária e a Saúde, humanizada”. É considerado um dos gurus da Reforma Sanitária Brasileira. Faleceu em agosto de 2003.

Redação: Zirlene Lemos – Jornalista
(31) 3409-9673 nescon@medicina.ufmg.br

    Contador de visitas: 313 visualizações

    Veja também: