Notícias Externas

Museus e Espaços de Ciência da UFMG participam da Semana Nacional de Museus


Publicado em: CulturaExternas - 13 de maio de 2016

Começa na próxima segunda-feira, 16 de maio, até 22 de maio a 14ª Semana Nacional de Museus, promovida pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) com o tema: Museus e Paisagens Culturais.  Em todo o país serão realizadas mais de 3.700 atividades especiais em 1.236 museus e espaços de ciência e cultura. Mais uma vez a UFMG integra a programação com participação de onze espaços que compõem a Rede de Museus e Espaços de Ciência e Cultura. São eles: o Acervo dos Escritores Mineiros, Centro Cultural UFMG os centros de memória das Faculdades de Farmácia e de Medicina, o Centro de Referência em Cartografia Histórica, o Espaço do Conhecimento UFMG, o Museu de Ciências Morfológicas (MC), o Museu de História Natural e Jardim Botânico, o Museu Itinerante Ponto UFMG e em Tiradentes o Museu Casa Padre Toledo.

O MCM – Museu de Ciências Morfológicas, que participa pelo 14º ano consecutivo, inaugura a exposição ‘O dizer à flor da pele ‘- o corpo humano como substrato das paisagens simbólicas”, como explica a professora do departamento de Morfologia do ICB, Gleydes Gambogi Parreira, diretora do MCM. “O corpo é nosso patrimônio, portanto é natural que tantas culturas e povos o tenham escolhido como forma de expressão e tradução de sentimentos, retratados ao longo dos tempos através de modificações corporais. Nosso projeto pretende contribuir com o conhecimento acerca da aplicação de tatuagens e adereços corporais, num contexto histórico e contemporâneo. Procuramos, através de uma ação educativa disponibilizar uma expografia atraente, mas acima de tudo, informativa e reflexiva sobre o impacto que estas interferências podem trazer ao corpo para além de uma expressão estética”.

A exposição fica aberta de 17 a 20 de maio, das 8h às 17h ( Av. Antônio Carlos , 6.627, bloco N2, no ICB, campus Pampulha da UFMG). Mais informações (31) 3409-2776.

O Centro de Memória da Medicina (Cememor) resgata a história do grego Hipócrates, considerado o pai da Medicina e expõe, entre outras a obra rara datada de 1619 ‘Hippocratis Coi Medicorum Omnium facile principis opera’, restaurada pela bibliotecária da UFMG, Diná Araújo,  membro do Programa Memória do Mundo, da Unesco.

Para o professor da Medicina, Luciano Amedee Peret Filho, coordenador do Cememor “o acervo é rico e variado, com obras raras, documentos, institucionais, multimídia, além de um patrimônio histórico, composto por instrumentos cirúrgicos antigos, equipamentos médicos e referências a estudantes ilustres que fizeram parte de nosso corpo discente, como Juscelino Kubitschek, Pedro Salles e Pedro Navas, e tudo isso aberto à visitação pública”, explica. A exposição ‘História da obra médica de Hipócrates’, vai até 31 de maio, das 8h às 17h. O Cememor fica na Av. Professor Alfredo Balena, 190, Santa Efigênia. Mais informações no (31) 3409-9106.

Já o Centro de Memória da Farmácia reapresenta a exposição ‘Drummond: o poeta farmacêutico’, com documentos provas, fotografias e itens que ilustram a vida de estudante do poeta e a influência do curso de Farmácia em sua obra. De 16 a 20 de maio, de 9h às 18h, na Faculdade de Farmácia, no campus Pampulha. Mais informações (31) 3409-6841.

O Acervo dos Escritores Mineiros também tem programação especial. No dia 18 de maio haverá visita guiada de 9h às 17h e palestra sobre a criação do Acervo, vinculado ao Centro de Estudos Literários e Culturais da Faculdade de Letras (Fale) da UFMG. Segundo o professor da Fale, Marcelino Rodrigues da Silva, diretor do Acervo, “é um espaço permanente de exposição e pesquisa interdisciplinar que contribui para a construção da identidade a partir do resgate da memória através das obras. Abriga acervos, coleções de livros, documentos e objetos de escritores, artistas e personagens de destaque na história literária e cultural de Minas Gerais e do Brasil, como Fernando Sabino, Cyro dos Anjos, Abgar Renault, Henriqueta Lisboa, Lúcia Machado de Almeida, Murilo Rubião e outros, generosamente doados à UFMG por seus familiares e herdeiros”. O Acervo fica na Av. Antônio Carlos, 6627, no 3º andar da Biblioteca Universitária,  no campus Pampulha da UFMG. Mais informações (31) 3409-6079.

A programação da 14ª Semana Nacional de Museus, também inclui o Campus Cultural UFMG em Tiradentes. No Museu Casa Padre Toledo haverá a exposição ‘Minas: uma paisagem’, exibição do documentário ‘Tiradentes sob óticas’, que retrata os processos de turismo na cidade, buscando diferentes pontos de vista e as oficinas ‘Deriva Sonora’, para a qual foram concebidos capacetes que atuam como dispositivos de escuta, filtrando e alterando a relação com os sons ambientais e confecção de ‘Cruz de Nossa Senhora’. O Museu fica na rua Padre Toledo, 190, no Centro de Tiradentes. Mais informações no (32) 3355-1549.

A programação está disponível em http://bit.ly/1T2h2Mh

(Com Boletim UFMG).

    Contador de visitas: 348 visualizações

    Veja também: