Acesso interno

Mudança histórica no currículo de Medicina é tema de aula aberta


10 de junho de 2019


Na próxima sexta-feira, 14 de junho, o Centro de Memória da Faculdade (Cememor) promove uma aula aberta sobre as mudanças ocorridas em 1975 no currículo do curso de graduação em Medicina, o que impactou a formação dos médicos generalistas, por exemplo. Segundo a psicóloga e funcionária do Núcleo de Apoio Psicopedagógico aos Estudantes da Faculdade (Napem), Emely Vieira Salazar, que será a palestrante, destaca que o impacto das mudanças ainda estão na atualidade.

A participação no História da Medicina é aberta e gratuita. O evento será das 11h30 às 12h30, na sala s146, subsolo da Instituição.

A convidada Emely Vieira Salazar trabalha na Faculdade desde os 18 anos e foi uma das funcionárias que participou da modernização do currículo. “É importante que os alunos conheçam a ideia da formação generalista, porque há sempre uma tendência à especialidade. Mas o curso também forma médicos generalistas, já que essa é uma demanda da população como um todo”, defende.

A psicóloga ainda lembra a expansão da área de Pediatria nessa mudança. “Antes, Pediatria estava somente em uma disciplina do curso, mas como existe uma grande população de crianças, a área foi expandida”, acrescenta.

História da Medicina

O Cememor oferece a disciplina História da Medicina, em que são discutidos temas como nascimento da ciência moderna e o desenvolvimento do método científico, a ciência contemporânea e seus desafios, a pesquisa e a discussão sobre novas fontes de história, por professores convidados. A disciplina é ofertada como optativa e de formação livre dentro do sistema da UFMG, mas a participação é aberta para qualquer pessoa, sem necessidade de inscrição prévia.

Mais informações: Cememor – 3409 9106