Notícias Externas

Movimentos se unirão em ‘Manifestação pró-rios de Minas’


Publicado em: ExternasNotícias - 28 de setembro de 2015

O Projeto Manuelzão, o CBH Rio das Velhas, o Instituto Guaicuy, o Movimento pela Serra do Gandarela e outros parceiros promoverão uma manifestação pró-rios de Minas.  O ato será durante o 3º Seminário Legislativo Águas, na Praça da Assembleia, às 8 horas, no dia 30 de setembro, com diversas atrações que mostrarão a realidade dos rios de Minas e algumas propostas para mudanças.

O objetivo do ato público, político, cultural e popular é alertar a população e as autoridades sobre a situação e chamar a atenção de todos quanto à necessidade urgente de políticas públicas voltadas as águas e ao não contingenciamento.

Para o presidente do Comitê de Bacia Hidrográfica do Rio das Velhas e coordenador do Projeto Manuelzão, Marcus Vinícius Polignano, é ilusório pensar que as chuvas resolverão todos os nossos problemas. “A situação é mais grave e passa pela gestão dos rios, o uso do solo, da preservação e recuperação das matas ciliares, nascentes e revitalização dos cursos d’água”.

Mesmo com as chuvas de setembro, o nível dos reservatórios e rios de Minas continua preocupante. No São Francisco, o nível do rio está muito abaixo do normal, com consequências drásticas para os municípios ribeirinhos. O rio Doce já não consegue chegar ao mar. No rio das Velhas, na Região Metropolitana, a vazão ainda está baixa e as águas que chegam ao São Francisco estão contaminadas por cianobactérias. A situação é mais grave em 136 cidades do estado que passaram a adotar alguma limitação do uso do recurso hídrico por causa da seca.

Esses fatos apontam a grave crise vivida pelos rios de Minas. E por outro lado, faltam políticas públicas e de gestão comprometidas com a revitalização desses rios. O problema se agrava com o contingenciamento feito pelo governo do Estado que não está repassando os recursos cobrados dos usuários da água para os Comitês. No caso do CBH Rio das Velhas, o governo não repassou os recursos arrecadados do 4º trimestre de 2014 e duas parcelas de 2015, totalizando cerca de R$ 5 milhões.

 

Com informações da Assessoria de Imprensa do Projeto Manuelzão

 

    Contador de visitas: 418 visualizações

    Veja também: