Mostra Observaped retrata experiências no Jequitinhonha

Exposição também marca o lançamento do Instagram do Observatório


    02 de maio de 2019


    Exposição também marca o lançamento do Instagram do Observatório da Saúde da Criança e do Adolescente (Observaped)

    “Toda vida existe para iluminar o caminho de outras vidas”, já ensinava Milton Nascimento na canção “Filho”. Mostrar experiências que transformam outras vidas é o objetivo da Mostra Observaped Itinerante, que será realizada de 13 a 17 de maio, no saguão de entrada da Faculdade de Medicina da UFMG. A exposição reúne registros fotográficos da 3ª edição do projeto, que ocorreu na Chapada do Norte, no Vale do Jequitinhonha – MG, em dezembro passado, e levou atividades educativas e solidárias para os povoados da região. A Mostra também marca o lançamento do Instagram do Observaped.

    Durante a exposição, os visitantes terão acesso a 25 fotografias que traduzem os sentimentos e experiências dos participantes da ação. As imagens foram feitas por eles e tiveram a curadoria do Centro de Comunicação Social (CCS) da Faculdade de Medicina da UFMG. Trechos de textos que explicam o projeto também compõem a Mostra.

    O Observaped Itinerante é um projeto de extensão promovido pelo Departamento de Pediatria da Faculdade de Medicina da UFMG. A 3ª edição do projeto foi a primeira realizada fora da região metropolitana de Belo Horizonte, com atividades como teatro de fantoches, rodas de conversas e oficinas sobre questões primordiais em relação à promoção de saúde. “A ação no Vale do Jequitinhonha teve um impacto importante para a comunidade e para os alunos, que sentiram a necessidade de falar sobre isso com outras pessoas”, conta a coordenadora da ação e chefe de secretaria do Departamento de Pediatria, Marília Regina Rodrigues.

    De acordo com ela, a Mostra também será vitrine para que novos monitores do Observatório conheçam o projeto e para sensibilizar outros estudantes a participarem da próxima ação, que também será na Chapada do Norte. “O projeto exige uma força tarefa muito grande, não somente durante a arrecadação de brinquedos, mas para organizar esse material, entrega-lo à comunidade, e promover ações educativas e lúdicas para pais e crianças”, conta Marília.

    Teatro de fantoche fez parte da programação do Observaped Itinerante no Vale do Jequitinhonha. Foto: Arcanjo Raphael Souza e Silva e Gabriel Spagnol Vizibelli Chaves.

    Cliques

    A curadora da exposição e fotógrafa do Centro de Comunicação da Faculdade de Medicina da UFMG, Carol Morena, explica que os cliques que irão compor a Mostra retratam as experiências dos alunos por meio de diferentes perspectivas. “As imagens traduzem a força colaborativa do projeto. Tanto os trechos quanto as imagens selecionadas transmitem o sentimento das pessoas em relação a ação”, afirma.

    As fotografias foram produzidas pelos estudantes de Arquitetura da UFMG, Arcanjo Raphael Souza e Silva e Gabriel Spagnol Vizibelli Chaves, responsáveis por registrar as atividades durante a intervenção. “Com o registro do projeto, conseguimos mostrar a todos como foi o evento e como ele foi bem sucedido de forma que seja possível garantir uma visibilidade para que a própria universidade consiga ver que investimento nesse tipo de ação vale muito a pena”, afirma Arcanjo Raphael Souza e Silva.

    Instagram

    Alunos, professores e comunidade externa terão mais uma forma de conhecerem os projetos do Observaped e acessarem a informações sobre saúde da criança e do adolescente. Assim como o site, o perfil no Instagram trará a análise de notícias e acontecimentos sobre a saúde dos pequenos. Pelo perfil, também será possível conhecer outros projetos que integram o Observaped. “A cada semana, postaremos um projeto diferente, como o Observaped Itinerante”, explica Marília Regina Rodrigues.