Faculdade de Medicina

Universidade Federal de Minas Gerais


Em visita ao Hospital Risoleta Tolentino Neves (HRTN), em Belo Horizonte, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, elogiou o modelo humanizado de atenção na maternidade da instituição, que é administrada pela UFMG/Fundep, em parceria com os governos do estado e da capital. A visita ocorreu na sexta-feira, 1º de julho, na companhia do reitor Clélio Campolina.

Em entrevista à Rádio UFMG Educativa, o ministro ressaltou a importância da parceria entre os entes federativos para o atendimento aos pacientes do Hospital, além de anunciar novos projetos para a instituição.

O reitor Clélio Campolina, por sua vez, destacou a contribuição do Risoleta Neves para a formação dos estudantes de Medicina e falou sobre mudança, prevista para breve, no contrato de gestão, que passa a envolver a Prefeitura também na administração de recursos, além da assistência.

Durante a visita ao hospital – que contou também com o secretário estadual da Saúde, Antônio Jorge Marques, e o secretário de Saúde de BH, Marcelo Gouvêa Teixeira –, o ministro conheceu a experiência do hospital na construção das redes de assistência. O processo abrange ações como organização do atendimento de urgência e emergência do hospital como unidade de referência para o Eixo Norte da região metropolitana; o funcionamento do modelo humanizado de atenção na maternidade da instituição; o processo de horizontalização do cuidado ao paciente crítico; e o trabalho realizado na Unidade de Acidente Vascular Encefálico (AVE). O HRTN fica na rua das Gabirobas, 1, no bairro Laranjeiras.

Em Belo Horizonte, ainda segundo a reportagem da UFMG Educativa, Padilha anunciou ainda R$ 220 milhões em investimentos a serem aplicados nos municípios da Grande BH em dois programas: expansão do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e da Rede Cegonha, lançada pela presidenta Dilma Rousseff para garantir atendimento humanizado a gestantes. Ele inaugurou ainda 29 novos leitos na Santa Casa de BH como parte do projeto Mil Leitos pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

(Com Centro de Comunicação da UFMG)

 

    Contador de visitas: 51 visualizações

    Veja também: