Film İzle | karımı gördünüz mü izle
Médicos realizam prova prática para revalidação de diploma – Faculdade de Medicina da UFMG

Faculdade de Medicina

Universidade Federal de Minas Gerais


Notícias Externas

Médicos realizam prova prática para revalidação de diploma


Publicado em: ExternasNotícias - 13 de outubro de 2014

A Faculdade de Medicina da UFMG recebeu no domingo, 12 de outubro, 144 candidatos para a 2ª etapa da prova de Revalidação do Diploma Médico Estrangeiro. A avaliação foi realizada no Instituto Jenny de Andrade Faria, anexo do Hospital das Clínicas da UFMG, e foi uma oportunidade para que os médicos que se formaram em outros países obtivessem diploma da Universidade para exercer a profissão no Brasil. Na 1ª etapa, 867 candidatos realizaram a prova da revalidação.

A prova de habilidades médicas abrangeu quatro áreas: clínica médica, ginecologia e obstetrícia, cirurgia e pediatria. Os médicos passaram por oito estações, duas de cada área, onde permaneceram por oito minutos em cada uma, com duração total de 64 minutos de avaliação.

Entre os aprovados para a 2ª etapa, 81 são brasileiros que se formaram no exterior, o equivalente a 55% do total de candidatos. É o caso de Nésio Fernandes, 32 anos, que concluiu os estudos em Cuba. Segundo ele, “a prova é muito justa. O mais difícil é concentrar no objetivo e controlar a emoção”, comentou.

DSC00577

O médico Nésio Fernandes disse que “a prova é muito justa”.

Entre os principais países da origem dos diplomas estão Bolívia, com 56, Paraguai, com 26 diplomas e Cuba, com 18. O médico boliviano Fabrício Rios, de 25 anos, atualmente mora no Rio de Janeiro, e aprovou a avaliação. “Achei a prova muito boa e bem feita. A estação de cirurgia era a mais difícil, fiquei muito nervoso”, lembrou.

Avaliação
Os médicos foram avaliados por 50 professores da Faculdade de Medicina da UFMG. A mesma prova também foi aplicada para estudantes do 12º período do curso, chamado de grupo controle, para balizar o conhecimento exigido com o ensinado na instituição. A avaliação contou com a participação de atores e atrizes, para dar mais realidade aos atendimentos médicos.

A estudante Tamyres Marques representou, na estação de pediatria, a mãe de um bebê doente. Na consulta, ela mostrava o resultado de exames e contava ao médico que queria dar ao seu filho um antibiótico para que ele melhorasse. Já o candidato precisava fazer algumas perguntas à mãe e analisar os exames, para diagnosticar um resfriado comum.

Já na estação de clínica médica, uma filha levava sua mãe para consulta, porque a senhora estava muito confusa e falava frases como a que estava com “medo da chuva”. Após realizar algumas perguntas, o médico tinha que constatar um quadro de delírio, provocado por pneumonia bacteriana.

DSC00591

A estudante Tamyres Marques durante encenação e a professora do Departamento de Pediatria, Karla Rodrigues, avaliadora da prova.

O professor do Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Medicina e avaliador da prova, Flávio Chaimowicz, contou que percebeu uma enorme diferença na forma com que os médicos tratavam os figurantes. “Muitos são gentis, educados, se apresentam e perguntam o nome do paciente. Outros ficam tão nervosos que já chegam perguntando os sintomas”, explicou.

Segundo o presidente da Comissão Permanente de Diploma Médico Obtido no Estrangeiro, professor André Cabral, a prova foi realizada sem grandes problemas, dentro da normalidade. O professor aproveitou para agradecer a participação de todos os professores, funcionários e alunos no processo de avaliação.

O resultado final com os aprovados será encaminhado nesta terça-feira, dia 14 de outubro, para o e-mail de cada participante.

DSC00573

Candidatos aguardam o início da prova prática.

    Contador de visitas: 4.909 visualizações

    Veja também: