Medicina recebe alunos do novo curso de graduação


Publicado em: Notícias - 25 de fevereiro de 2010

Neste ano, o semestre letivo da Faculdade de Medicina começa com novidades. A UFMG irá oferecer, pela primeira vez, uma graduação que forma tecnólogos. Os 40 alunos do novo curso de Tecnologia em Radiologia e Diagnóstico por Imagem, oferecido pelo Departamento de Propedêutica (PRO), serão recebidos junto aos 320 calouros de Medicina e aos 50 estudantes ingressos na Fonoaudiologia.

O profissional graduado nesse curso tem formação humanística e é capaz de gerenciar equipamentos e métodos nas atividades de imagem, sendo mais abrangente que o de um técnico em radiologia, por exemplo. O curso se difere da formação acadêmica tradicional por dar ênfase à aplicação prática do conhecimento científico.

O tecnólogo estará habilitado a atender o avanço das novas tecnologias de manipulação e processamento da imagem nas áreas da saúde, nas indústrias de equipamentos e produtos médicos, entre outras atividades possíveis em outros campos. A presença destes profissionais é um ganho efetivo tanto para centros de saúde quanto para pacientes.

Segundo a coordenadora, professora Viviane Parisotto, o curso vai trazer um novo entendimento da área da imagem. “Muitos alunos da medicina enxergam o campo como uma realidade muito distante do paciente, do cotidiano clínico. Isso é uma percepção equivocada que acaba por desestimular o interesse na área”, explica.

Ela conta que a atuação multidisciplinar que o curso vai propiciar à Faculdade será muito benéfica a todos os alunos. “A instalação de um laboratório de imagem compartilhado com os estudantes de Medicina vai reestruturar o ensino da imagem. Além disso, novos professores da área serão contratados e lecionarão nos dois cursos. Isso vai acarretar numa nova visão do médico da imagem”, argumenta a professora.

As possibilidades de trabalho do tecnólogo em Radiologia e Diagnóstico por Imagem se ampliam na medida em que novas tecnologias forem incorporadas. De acordo com a coordenadora, é importante formar profissionais que sejam capazes de absorver essas novas tecnologias e utilizá-las com eficiência. “Houve uma conjunção de fatores de inovações tecnológicas no estado de Minas Gerais. A vontade de preparar profissionais que atuem em todos os níveis da área da imagem, com habilidade de atender a essa nova demanda, nos deu novo fôlego para investir na criação do curso”, ressalta Viviane.

Os alunos da nova graduação irão cursar disciplinas teóricas e práticas diversas, com a infraestrutura da Faculdade de Medicina, de toda a rede do Hospital das Clínicas e do Instituto de Ciências Biológicas da UFMG (ICB). A duração do curso de Tecnologia em Radiologia e Diagnóstico por Imagem será de quatro anos.

    Contador de visitas: 361 visualizações

    Veja também: