Graduado em medicina, o professor Marco Aurélio Romano-Silva seguiu direto para o doutorado, enquanto fazia mestrado em bioquímica. Livre-docente em Psiquiatria, também obteve o título de especialista na área pela Associação Brasileira de Psiquiatria antes de compor a equipe de docentes do Departamento de Saúde Mental da Faculdade, onde atualmente é professor Titular. É parte desta trajetória e da sua personalidade que o “Projeto Pesquisadores” apresenta este mês.

Com atuações no ensino, extensão e na pesquisa, Marco Aurélio se destaca neste último, inclusive pela experiência como pró-reitor adjunto de pesquisa da UFMG. “Eu não sei fazer outra coisa a não ser pesquisa”, afirma. Mas ele ressalta que dentro dessa linha se envolve com vários temas e não concorda que quem se envolve em coisas demais, não faz direito. “Acho que tem que ter alguém para perturbar o sistema (…) para ver se as pessoas se mexem e conseguimos criar coisas novas, que é o que mais me estimula”, comenta.

Com essa iniciativa e a curiosidade imprescindível de pesquisador, Marco Aurélio acumula aproximadamente 200 trabalhos publicados em diversas áreas, mas a maioria em neurociência, medicina molecular, neuropsicofarmacologia e neuromodulação. Entre esses, há pesquisas da área básica, já que também foi professor do Departamento de Farmacologia da UFMG.

Sua paixão é a tecnologia. Ele a enxerga com otimismo em relação ao avanço em escala global, tanto no sentido profissional quanto pessoal. Para o professor, o avanço da tecnologia permitirá, por meio da não realização de tarefas até então necessárias, contatos pessoais mais estreitos, sejam eles na família ou no trabalho, proporcionando bem-estar próprio e dos outros.

Saiba mais sobre o Marco Aurélio Romano-Silva e os professores apresentados em outras edições em www.medicina.ufmg.br/projetopesquisadores.

O Projeto Pesquisadores

Com o objetivo de valorizar a produção científica da Faculdade de Medicina da UFMG, o Centro de Pesquisa (CPq) e o Centro de Comunicação Social (CCS) produzem o “Projeto Pesquisadores”.

O projeto traz a cada mês, por meio de áudio e texto, a história de vida e o percurso na ciência de um pesquisador reconhecido pelos seus pares na UFMG, no Brasil e no exterior, com participação nos programas de pós-graduação da Faculdade de Medicina da UFMG.

    Contador de visitas: 865 visualizações

    Veja também: