Faculdade de Medicina

Universidade Federal de Minas Gerais


Livro francês publica capítulo de pneumologistas


Publicado em: Notícias - 4 de dezembro de 2009

9782257000651-pneumologie-pediatrique“Bronquiolite Obliterante pós-infecciosa” é o título do capítulo redigido pelos professores Paulo Augusto Moreira Camargos, Laura Maria Belizário Lasmar, e Maria Teresa Fonseca, do Departamento de Pediatria da Faculdade de Medicina, pela médica Natália Champs do Serviço de Pneumologia Pediátrica do Hospital das Clínicas da UFMG e também pelo pediatra Gilberto Fischer, do Hospital Infantil Santo Antônio, da Universidade de Ciências da Saúde, de Porto Alegre.

“Pneumologie Pédiatrique”, livro francês publicado pela editora Médecine-Sciences – Flammarion foi organizado pelos professores Jacques de Blic e Christophe Delacourt, da Universidade Paris-Descartes e do Serviço de Pneumologia e Alergologia Pediátricas, centro de referência de doenças respiratórias raras.

Segundo os organizadores franceses nos últimos anos a pneumologia pediátrica foi modernizada e igualmente teve avanços terapêuticos. “Estes avanços são devidos tanto ao uso das novas e úteis tecnologias de imagem quanto ao aporte de disciplinas como a genética e a biologia molecular”, afirmam, lembrando que a especialidade concerne tanto às afecções frequentes, como a asma e as patologias infecciosas, quanto às doenças raras. “É também uma especialidade transversal”, se consideradas as “numerosas afecções, como as cardiovasculares, hepáticas, metabólicas, neurológicas, e as ligadas à imunização”.

BO

No capítulo redigido pelos brasileiros são abordadas as características da Bronquiolite Obliterante (BO), uma síndrome clínica caracterizada pela obstrução crônica das pequenas vias aéreas, geralmente em crianças. O capítulo também aborda aspectos anatomo-patológicos, quadro clínico e apresenta orientação para o diagnóstico, tratamento e prognóstico desta doença infecciosa.

A BO pós-infecciosa tem sido descrita principalmente em certas regiões da Argentina, Brasil, Chile, Canadá, Nova Zelândia, Coréia do Sul, Taiwan, Estados Unidos e na Europa. As razões desta distribuição geográfica e/ou étnica não são conhecidas, afirmam os autores.

Segundo eles, as razões para a alta incidência da Bronquiolite Obliterante nesta região, ou nestas etnias, ainda são desconhecidas, mas apostam na hipótese de predisposição genética. Mas alertam também para a gravidade das infecções pelo Adenovirus, responsável pelas formas mais graves da doença, pois interfere no sistema imunológico da pessoa infectada.

As pesquisas no Brasil continuam e já existem cerca de 30 acasos confirmados em Minas Gerais. Estes casos estão sendo acompanhamento pelos professores, que pertencem ao grupo de Pneumologia Pediátrica da UFMG.

Serviço
Título:
Pneumologie Pédiatrique
Editora: Médecine-Sciences – Flammarion
Páginas:
456
Preço:
€ 84,00 – € 89,00 + taxas

    Contador de visitas: 42 visualizações

    Veja também: