Faculdade de Medicina

Universidade Federal de Minas Gerais


Notícias Externas

Laboratório de Patologia Mamária é reinaugurado após reforma


Publicado em: ExternasNotícias - 25 de agosto de 2015

O Laboratório de Patologia Mamária da Faculdade de Medicina da UFMG, localizado no terceiro andar da unidade, foi reinaugurado neste semestre. O Laboratório, que completa 26 anos de existência, passou pela primeira reforma física desde sua inauguração, em 1989, como parte do Projeto de Reestruturação Física dos Laboratórios de Pesquisa da Faculdade de Medicina.

A fundadora do Laboratório e professora aposentada do Departamento de Anatomia Patológica, Helenice Gobbi, explica que o espaço dá suporte as atividades de pesquisa, de ensino de pós-graduandos, bolsistas de iniciação científica e residentes na área, além de prestar assistência e consultoria nesta área ao Hospital das Clínicas.

IMG_1248

Foto: Caroline Morena

“Nosso laboratório se tornou referência no Brasil e América Latina na área de patologia mamária e imuno-histoquímica”, afirma. Helenice conta que o sucesso se deve ao pioneirismo na área, que permitiu a realização de 20 teses de doutorado e 30 dissertações de mestrado, além do treinamento de 38 alunos de iniciação científica, cinco bolsistas de apoio técnico e mais de 20 residentes na área, todos sob sua orientação. Além disso, o laboratório também beneficiou teses e dissertações de outras unidades da UFMG.

De acordo com a professora, o laboratório continuará a dar suporte técnico e permitir a realização das disciplinas da Pós-Graduação: Imuno-histoquímica Básica e Aplicada e Patologia Mamária, além das pesquisas do Grupo de Patologia Mamária Humana, Animal e Experimental, credenciado no CNPq e certificado pela UFMG, co-liderado por ela e pelo professor Geovanni Dantas Cassali, do Instituto de Ciências Biológicas da UFMG.

“As atividades que iniciei e pelas quais fui responsável nestes 26 anos serão continuadas pelas professoras Cristiana B. Nunes e Marina De Brot, que ficarão responsáveis pelo laboratório a partir deste ano após minha aposentadoria na UFMG”, conta Helenice.

    Contador de visitas: 741 visualizações

    Veja também: