Faculdade de Medicina

Universidade Federal de Minas Gerais


Notícias Externas

Jovens infratores é tema de debate na Faculdade


Publicado em: ExternasNotícias - 15 de Maio de 2015

Compuseram a mesa Vanessa do Carmo, Mario Elkin Ramirez, Cristiane Cunha, Andrea Guerra, Fides Siqueira e Vinícius Darriba.

 

O debate “Adolescência em tempos de guerra”, realizado na tarde de ontem, 14 de maio, na Faculdade de Medicina da UFMG, teve a proposta de discutir a situação dos adolescentes infratores. O evento foi o primeiro preparatório para o 4º Congresso Nacional de Saúde da Faculdade de Medicina da UFMG, que será realizado em 2017.

No encontro, foi apresentado o caso de um adolescente em medida socioeducativa atendido no projeto de extensão “Já É – Psicanálise e Coletivo de Arte com Adolescentes em Conflito com a Lei”. O programa, coordenado pela professora da Faculdade de Psicologia da UFMG, Andrea Guerra, oferece orientação psicanalítica a jovens infratores.

Logo depois, abordando aspectos clínicos e jurídicos, convidados e presentes discutiram o tema. “A captura dos fragmentos do caso, nos diversos aspectos, nos ensina a lidar com outras realidades”, explicou a professora do Departamento da Faculdade de Medicina da UFMG, Cristiane Freitas.

Quando o adolescente rompe o que está estabelecido, provoca diversos impasses. Segundo a professora Andrea Guerra, encontros como esse são importantes para o debate do real papel do socioeducativo. “Muitas vezes, esperamos confissões, mas o necessário é fazer com que o jovem se responsabilize e perceba que é preciso arcar com as consequências de seus atos”, expôs.

Para Cristiane Freitas, a sociedade precisa apostar na fala do jovem, que por vezes apresenta significados implícitos. “As palavras tem poder, e nosso trabalho é criar espaços de empoderamento a cada um dos nossos co-pesquisadores: os jovens”, concluiu.

Também estiveram presentes no debate o professor do Departamento de Psicologia Clínica da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Vinícius Anciães Darriba; o professor da Universidad de Antioquia, na Colômbia, Mario Elkin Ramirez; o pesquisador do programa “Já É”, Fides Siqueira; a psicóloga do Centro Socieducativo Santa Clara, Vanessa do Carmo, e o subsecretário de Atendimento às Medidas Socioeducativas da Secretaria de Estado de Defesa Social de Minas Gerais, Antônio Armando dos Anjos.

    Contador de visitas: 1.269 visualizações

    Veja também: