Faculdade de Medicina

Universidade Federal de Minas Gerais


O Hospital das Clínicas (HC) da Universidade Federal de Minas Gerais, administrado pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, inicia nesta sexta-feira, 29, a partir das 13h, um mutirão para vistoriar suas instalações com o objetivo de buscar e eliminar possíveis focos do mosquito Aedes Aegypti, vetor das doenças Dengue, Zika e Chikungunya. A iniciativa, que irá durar sete dias, faz parte de uma ação integrada do Governo Federal – desenvolvida pela Presidência da República em parceria com os ministérios do Planejamento e da Saúde – na luta contra o mosquito em todas as instalações do órgão no país.

No HC, cipistas, brigadistas, funcionários da manutenção, engenharia, infraestrutura, saúde do trabalhador, higienização, controle de infecção hospitalar, entre outros, se reunirão para inspecionar áreas internas e externas das instalações, buscando possíveis focos ou áreas de risco potencial para focos. A atividade servirá de exemplo para que, a partir da limpeza no seu local de trabalho, os servidores federais também se tornem agentes de saúde em suas próprias casas, ruas e bairros, e ajudem a combater a microcefalia no país, causada pelo Zika Vírus, e as demais doenças.

A previsão é que até a próxima quinta-feira, 4, todos os prédios públicos federais tenham sido inspecionados. O mutirão nacional é uma resposta engajada e comprometida com a saúde de todos os brasileiros. Neste sentido, é importante destacar que a iniciativa deve ser feita de forma contínua pela administração pública federal no combate ao mosquito.

Com Assessoria de Comunicação do Hospital das Clínicas da UFMG.

    Contador de visitas: 489 visualizações

    Veja também: