Notícias Internas

HC adere à campanha nacional de prevenção do câncer de pele


Publicado em: AgendaInternas - 29 de novembro de 2017

Exames gratuitos serão realizados no sábado, no âmbito do Dezembro Laranja

No próximo sábado, 2 de dezembro, das 9 às 15h, a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) promove, em todo o Brasil, jornada de atendimento e esclarecimento da população sobre o câncer da pele. Em Minas Gerais, a ação será realizada em Juiz de Fora, Alfenas, Montes Claros, Uberaba, Uberlândia, Pedro Leopoldo, Barbacena e Ituiutaba e Belo Horizonte – nesta última, os postos de atendimento serão montados no Hospital das Clinicas da UFMG e na Santa Casa.

A data marca o início da Campanha Dezembro Laranja, que tem o objetivo de alertar a população para a prevenção do câncer de pele. Na ocasião, será realizado um mutirão de exames preventivos gratuitos. Além do atendimento à população em busca de lesões de câncer de pele, também estão previstas atividades educativas, como aulas expositivas sobre fotoproteção e sobre como suspeitar do câncer da pele.

Para participar, o interessando deve comparecer a um dos postos de atendimento e será atendido por ordem de chegada.

Sob o slogan Se exponha mas não se queime, a campanha pretende conscientizar e educar as pessoas sobre os riscos do câncer da pele decorrentes da exposição excessiva ao sol sem proteção, lembrando que filtro solar não é o único cuidado contra a radiação ultravioleta. A mensagem visa atingir, sobretudo, quem trabalha sob o sol ou ao ar livre e as pessoas em seu cotidiano profissional e em momentos de lazer.

Desde a adoção da campanha, em 1999, foram atendidas mais de 500 mil pessoas em todo o Brasil, com 40 mil casos da doença detectados. Atualmente, a ação nacional assiste a cerca de 30 mil pessoas por ano por meio de exame preventivo gratuito.

Sobre o câncer de pele
A doença corresponde a cerca de um terço dos diagnósticos de câncer no Brasil, com cerca de 180 mil novos casos ao ano registrados pelo Instituto Nacional de Câncer (Inca). A enfermidade pode se manifestar como uma pinta ou mancha, geralmente acastanhada ou enegrecida, e como ferida não cicatrizada.

A recomendação é que as pessoas usem equipamentos de proteção individual (EPIs): chapéus de abas largas, óculos escuros, roupas que cubram boa parte do corpo e protetores com fator mínimo de proteção solar 15. A hidratação constante é outra medida fotoprotetora, assim como evitar os horários de maior insolação, das 10h às 16h. O risco também pode ser avaliado por meio de uma calculadora disponível nesta página.  Mais informações podem ser consultadas no site da campanha.

Com Cedecom e Assessoria de Comunicação do HC

    Contador de visitas: 150 visualizações

    Veja também: