Notícias Externas

Fórum é criado para discutir o zika vírus


Publicado em: ExternasSaúde - 23 de dezembro de 2015

O zika vírus é considerado problema de saúde pública no país e sua situação já foi comparada a de doenças como HIV/Aids e poliomelite. Com o objetivo de orientar a população a adotar estratégias para combate ao mosquito Aedes aegypti, vetor do vírus, e fazê-la conhecer os riscos da microcefalia, além de preparar os profissionais da saúde a lidarem com a doença, foi criado o Fórum Zika Vírus.

Iniciativa da Secretaria do Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), a primeira reunião presencial aconteceu na última sexta-feira, 18. Foram discutidos os protocolos lançados pelo Ministério da Saúde para recém-nascidos com microcefalia, doença transmitida pelo zika vírus, e as características e estruturas dos diagnósticos disponíveis nas maternidades, dentre outros assuntos.

Além das reuniões, o fórum também vai oferecer web conferências para os municípios participantes do programa de Telessaúde Brasil Redes. Nelas, o público poderá ter acesso às discussões sobre cuidados, diagnóstico, acompanhamento e controle da microcefalia. Além disso, a Sociedade Mineira de Pediatria e a Faculdade de Medicina da UFMG irão disponibilizar materiais relacionados ao vírus com o objetivo de ajudar a população a realizar as ações propostas.

A coordenadora da Rede Cegonha – Saúde Materno-Infantil da SES-MG, Ana Maria Cardoso, e a professora da Faculdade de Medicina da UFMG e vice-presidente da Sociedade Mineira de Pediatria, Maria do Carmo de Melo, coordenam o projeto.

Para mais informações, leia os arquivos já disponibilizados pelo Fórum Zika Vírus:

Protocolo de Atendimento: mulheres em idade fértil, gestantes, puérperas e bebês com microcefalia

Vigilância dos Casos de Microcefalia em Minas Gerais

Zika vírus no Brasil: Relato de uma epidemia

    Contador de visitas: 894 visualizações

    Veja também: