Faculdade de Medicina

Universidade Federal de Minas Gerais


Notícias Internas

Festival de Verão terá oficina sobre comunicação com pessoas surdocegas


Publicado em: AgendaInternas - 24 de janeiro de 2018

Atividade é aberta a intérpretes, familiares e a estudantes e profissionais de educação e saúde

A língua de sinais tátil, o vocabulário convencional em relevo e o braille estão entre as técnicas mais comumente utilizadas para se comunicar com os surdocegos, indivíduos com incapacidade auditiva e visual.

De acordo com a professora Eliane Ribeiro, que é tradutora, intérprete e especialista em deficiências múltiplas, o tipo de comunicação ideal varia de acordo com a pessoa. “Depende, por exemplo, do nível de alfabetização adquirido pelo surdocego antes da deficiência”, afirma.

De 5 a 8 de fevereiro, no período matutino, Eliane Ribeiro vai ministrar, na sala 2 do Centro Cultural UFMG, a oficina Meios de comunicação utilizados com pessoas surdocegas, direcionada a estudantes e profissionais da educação e da saúde, intérpretes e familiares, como parte da programação do 12º Festival de Verão da UFMG. São oferecidas 16 vagas, e as inscrições estão abertas no site do evento.

Na prática
O caso de uma paciente surdocega que se especializou em massoterapia e ainda se tornou capaz de tocar flauta e cantar é um dos que mais impressionaram a professora em sua trajetória profissional. Ela pretende, inclusive, contar com a presença da massoterapeuta durante a oficina. “Assim, os participantes poderão ver, na prática, como é construída a comunicação com os surdocegos”, comenta Eliane.

Eliana Ribeiro é graduada em Tecnologia em Comunicação Assistiva Libras e Braille pela PUC Minas, com especialização em Libras e Educação para Surdos. É pós-graduada pela Uninter em Atendimento Educacional Especializado em Deficiência Múltipla. Atua como tradutora, intérprete, palestrante, guia em escolas e professora de Libras.

Universos em expansão
O Festival de Verão, que será realizado de 5 a 8 de fevereiro, tem como tema Universos expandidos. A ideia é chamar atenção para a forma como o conhecimento expande a existência e a própria percepção que se tem dela.

Vagas: 16
Carga horária: 16 horas
Período: 5 a 8 de fevereiro de 2018
Preço: R$ 20
Horário: 8h às 12h
Material do aluno: roupas confortáveis (malha)
Local: Centro Cultural UFMG – sala 2
Classificação etária: a partir de 13 anos

Redação: Cedecom/UFMG

    Contador de visitas: 83 visualizações

    Veja também: