Acesso interno

Cuidados com a higiene mental melhoram qualidade de vida

Manter uma alimentação saudável, evitar relações tóxicas e praticar atividades físicas são formas de manter o equilíbrio da mente


    27 de junho de 2019 - , , ,


    *Giovana Maldini

    Bons hábitos de higiene mental ajudam a equilibrar a mente. Foto: Carol Morena.

    A higiene mental é um conceito que se refere aos cuidados para manter o equilíbrio da mente. Entre eles, estão manter uma alimentação saudável, moderar a ingestão de substâncias psicoativas, como álcool e remédios, evitar relações tóxicas e estabelecer projetos futuros. O professor e psicólogo clínico do Núcleo de Apoio Psicopedagógico a Estudantes da Faculdade de Medicina da UFMG (Napem), Gilmar Tadeu, explica que a falta desses cuidados pode levar a problemas, muitas vezes, silenciosos.

    A depressão é um exemplo de transtorno que pode chegar sem um aviso mais aparente. Isso porque nos primeiros sinais da doença é comum que a pessoa continue com suas atividades diárias, sem notar algum sintoma de depressão. Estima-se que essa condição atinja cerca de 300 milhões de pessoas no mundo, segundo dados da Organização Pan Americana da Saúde (OPAS).

    Além da depressão, outros transtornos podem surgir na falta da higiene mental. O professor Gilmar Tadeu mostra quais são as mais comuns e chama a atenção para o aparecimento de sintomas na adolescência:

    O aparecimento dessas doenças, geralmente, é sinalizado por meio de sintomas do corpo, chamados quadros somáticos. Por isso, é preciso ficar atento a essas sinalizações, que podem estar relacionadas a quadros de estresse e até distúrbios mais graves. O professor Gilmar Tadeu explica mais sobre sinais de que as coisas não caminham tão bem:

    A exaustão da mente está diretamente ligada ao conceito de Burnout (do inglês, burn = queima; out = exterior). Esse transtorno é caracterizado pelo cansaço extremo junto à tensão emocional e mental provocada pelo trabalho em excesso. O professor Gilmar Tadeu esclarece:

    Para diagnosticar o Burnout, é preciso se atentar aos sintomas, muitas vezes sinalizados através do corpo. O professor relata quais são e frisa que há ainda muitos outros transtornos provocados pela falta da higiene mental:

    Se não tratada, essa síndrome pode levar ao estado de depressão profunda. Para prevenir esse e outros problemas, alguns cuidados podem ser tomados no dia a dia. Dentre eles, a prática regular de atividades físicas, cuidado com a alimentação, uso moderado de substâncias psicoativas, como álcool e remédios, além de dedicar parte do tempo ao lazer são formas de manter o equilíbrio da mente.

    Em caso de dúvidas ou o reconhecimento de algum tipo de transtorno psíquico, procure um profissional qualificado na área de saúde mental: psiquiatra ou psicólogo clínico.  

    *Giovana Maldini – estagiária de Jornalismo

    edição: Karla Scarmigliat