Faculdade de Medicina

Universidade Federal de Minas Gerais


Notícias Externas

Faculdade recebe representantes de projeto internacional multicêntrico


Publicado em: ExternasNotícias - 7 de março de 2018

Da Universidade de Oxford, Villar apresentou o projeto Intergrowth aos convidados. Foto: Carol Morena.

A Faculdade de Medicina da UFMG recebeu, na segunda-feira, 5 de março, a visita do médico e professor da Universidade de Oxford, José Villar e do professor da Universidade Federal de Pelotas, Fernando Barros. Ambos participam do projeto Intergrowth, um consórcio internacional para o Crescimento Fetal e Neonatal para o Século 21. Globalmente, o Intergrowth é o maior estudo colaborativo da saúde materno-infantil, e conta com o financiamento da Fundação Bill & Melinda Gates.

Os visitantes apresentaram as curvas padrão de crescimento intrauterino e neonatal de crianças prematuras, desenvolvidas no Intergrowth. A professora do Departamento de Pediatria da Faculdade de Medicina da UFMG, Maria Albertina Santiago Rego, coordena o projeto Interpractice, que integra o Intergrowth. “O projeto visa monitorar o crescimento pós- natal de prematuros utilizando as curvas padrão resultantes do Intergrowth e implementar práticas clínicas alimentares fundamentais no leite materno, para promover o crescimento adequados dos prematuros e assim prevenir doenças”, conta.

Maria Albertina coordena o projeto Interpractice na UFMG. Foto: Carol Morena.

A prematuridade, segundo a professora, é uma das principais causa de morte nos primeiros cinco anos de vida e está muito relacionada ao surgimento de doenças crônicas no futuro. “Crianças prematuras estão mais propensas à obesidade, hipertensão, diabetes e doenças cardiovasculares quando o seu crescimento e alimentação não são adequadamente monitorados”, argumenta Albertina.

Estiveram presentes na visita a diretores, professores e representantes de setores da Faculdade de Medicina, da Escola de Enfermagem e do Hospital das Clínicas da UFMG, os presidentes do Conselho Regional de Medicina de Minas Gerais, das sociedades Mineira de Pediatria e de Ginecologia e Obstetrícia de Minas Gerais, e representante do Conselho Federal de Medicina, além de chefes de serviços de neonatologia de maternidades públicas de Belo Horizonte.

Leia também: Professora da Faculdade coordena projeto da Universidade de Oxford no Brasil

    Contador de visitas: 99 visualizações

    Veja também: