Faculdade de Medicina

Universidade Federal de Minas Gerais


Notícias Externas

Faculdade recebe Encontro Brasileiro de Motricidade Orofacial


Publicado em: ExternasNotícias - 2 de junho de 2017

Evento teve a participação dos principais especialistas do Brasil

Ives Teixeira Souza

Desde o dia 1º de junho, a Faculdade de Medicina recebe o 10º Encontro Brasileiro de Motricidade Orofacial. Com a presença de especialistas e alunos de todo o país, o evento, que encerra amanhã (3), tem o objetivo de atender as demandas de clínicos e pesquisadores da área.

A coordenadora do evento e do Colegiado de Fonoaudiologia da Faculdade, Andrea Motta, contou que a última edição realizada em Belo Horizonte foi em 2010. “Agora conseguimos que ele fosse realizado dentro da UFMG. Esse encontro serve para motivar os alunos a pensarem sobre a pesquisa e o fazer científico”, destacou. “É uma grande oportunidade de envolver os alunos nessa temática. São eles que ficam mais empolgados, já que todas as principais referências bibliográficas estão no evento”, completou.

Atenção à saúde

Neste ano, o evento discute as diferentes abordagens da motricidade orofacial na Atenção Primária, Secundária, e Terciária à Saúde. O frênulo lingual, os pontos motores da face e o aleitamento estiveram entre os temas de destaque das oficinas, que ocorreram no primeiro dia.

Nas palestras e mesas-redondas, que acontecem até o dia 3, temas como a prevenção da recusa alimentar, a paralisia facial, distúrbios de sono, queimaduras de cabeça e pescoço e transtornos de fala estão em discussão.

A coordenadora explicou que foram selecionados mais de 100 trabalhos para apresentação, os quais concorrem a uma premiação ao final do encontro. “O evento tem recebido um número crescente de trabalhos inscritos”, afirmou Andrea.

Também estão em exposição, no saguão da Faculdade, equipamentos da área, como os utilizados para eletromiografia.

Motricidade Orofacial

Segundo a Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia (SBFA), a área de motricidade orofacial é voltada para o estudo, a prevenção, a avaliação, diagnóstico e o tratamento de alterações funcionais e estruturais da região da boca, da face e do pescoço.

“Isso envolve as dificuldades que as pessoas têm em relação à respiração, mastigação, deglutição. Há domínios como a respiração oral, a estética da face, o trabalho com apneia do sono”, explica Andréa.

O 10º Encontro Brasileiro de Motricidade Orofacial é realizado pela Associação Brasileira de Motricidade Orofacial, em parceria com o Grupo de Motricidade Orofacial e Disfagia de Belo Horizonte e com o apoio da Faculdade de Medicina da UFMG.

*Redação: Ives Teixeira Souza– estagiário de jornalismo

Edição: Deborah Castro

Fotos: Carol Morena

    Contador de visitas: 651 visualizações

    Veja também: