Faculdade de Medicina

Universidade Federal de Minas Gerais


O Programa de Extensão em Atenção à Saúde Mental (Pasme) promove, até o dia 16 de maio, a II Semana da Saúde Mental e Inclusão Social, antecipando as comemorações do Dia Nacional da Luta Antimanicomial, comemorado em 18 de maio.

foto

Roda de conversa foi realizada no Salão Nobre da Faculdade de Medicina. Foto: Rayza Kamke

Dentro da programação, na tarde dessa terça feira, 13, o Salão Nobre da Faculdade de Medicina recebeu uma roda de conversa que abordou assuntos como serviços de saúde mental em Belo Horizonte, a reforma psiquiátrica, a luta antimanicomial e a formação no curso de Medicina da UFMG.

A coordenadora do projeto e professora do departamento de Psicologia da UFMG, Maria Stella Goulart, ressaltou sua pressa em construir um conjunto de mudanças junto com os alunos do curso de Medicina. “A gente reconhece a loucura quando ela está no momento bizarro, ou em termos profissionais, quando está transbordando com o que nós podemos identificar como sintoma. Mas a gente é capaz de reconhecer as inúmeras contribuições que a loucura oferta sistematicamente para que sejamos capazes de constituir o mundo? Seria um mundo chato se não pudéssemos transbordar”, refletiu.

O professor do Departamento de Saúde Mental da Faculdade de Medicina, Maurício Viotti, também membro do Pasme, relembrou a história da psiquiatria e do sofrimento mental, e levantou a importância da integração entre o que é ensinado e o que deveria ser aplicado aos alunos que estão ingressando no curso de Medicina. “O propósito é como ensinar na Faculdade de Medicina para preencher da melhor forma os quesitos como assistência em saúde pública e saúde mental”, informou.

A roda de conversa também contou com a participação da psiquiatra da rede municipal de saúde mental de Belo Horizonte, Ana Marta Lobosque, da integrante da Associação dos Usuários dos Serviços de Saúde Mental de Minas Gerais (Assusam-MG), Emílha Marques, e do professor do Departamento de Medicina Preventiva e Social, Itamar Sardinha.

Programação

As atividades da II Semana de Saúde Mental e Inclusão Social serão realizadas até o dia 16 de maio no campus Pampulha da UFMG, na Praça de Serviços, na Faculdade de Ciências Econômicas e na Escola de Educação Física, Fisioterapia e Terapia Ocupacional.

O evento, que se estrutura em um conjunto de rodas de conversa, oficinas e atividades culturais, conta com a participação de usuários, profissionais de saúde mental, estudantes, professores e comunidade externa em geral.

No dia 19 de maio, segunda-feira, será realizada uma passeata com desfile da escola de samba Liberdade Ainda que Tantan, que esse ano tem como tema “A cidade que queremos: seja feita a nossa vontade!”. A concentração será realizada na Praça da Liberdade, às 14h, e fará o trajeto pela Avenida João Pinheiro, Avenida Afonso Pena, seguindo pelas ruas Espírito Santo, Tupinambás até a Praça da Estação.

A programação completa pode ser acessada na página oficial do projeto no Facebook (https://www.facebook.com/pagepasme).

 

 

 

 

    Contador de visitas: 344 visualizações

    Veja também: