Faculdade de Medicina

Universidade Federal de Minas Gerais


Notícias Externas

Faculdade recebe 150ª turma do curso de Medicina


Publicado em: ExternasNotícias - 18 de agosto de 2015

IMG_1123

Calouros são recebidos pelo diretor da Faculdade de Medicina, Tarcizo Nunes. Foto: Filipe Elias

“Você são nossos médicos do futuro, não apenas futuros médicos, e serão os responsáveis pela saúde do nosso país. Sejam bem-vindos”. Assim foram recebidos, pela coordenadora do colegiado da Medicina e professora do Departamento de Ginecologia e Obstetrícia da Faculdade de Medicina da UFMG, Alamanda Kfoury, os calouros da 150ª turma do curso, na segunda-feira, 17 de agosto.

Entre congratulações e apresentações de entidades que farão parte de suas vidas acadêmicas, os estudantes receberam conselhos. O diretor da Faculdade, Tarcizo Nunes, orientou-os a aproveitarem a oportunidade de estudar numa das melhores escolas de Medicina do país. “O grande diferencial é que não somos apenas uma escola médica, mas uma universidade que oferece aos seus alunos diversas possibilidades de extensão, estudo no exterior e outras atividades”, destacou.

E foi em busca deste diferencial que Lucas de Oliveira, de 19 anos, se inscreveu na Faculdade. Antes estudante de engenharia em Manaus, não se sentia satisfeito como está agora, ao ingressar na UFMG. “A faculdade está superando todas as minhas expectativas. Recebi diversas indicações de colegas mineiros e aqui conseguirei ter acesso desde pesquisas científicas à qualidade de ensino”, comemorou o calouro.

Já a assessora da Escuta Acadêmica do Centro de Graduação (Cegrad), Maria das Graças Ribeiro, ressaltou o currículo extenso do curso e a oferta de apoio psicológico aos alunos. “É importante que vocês não apenas se formem, mas que formem bem e felizes com as escolhas de vocês. E nós da Assessoria de Escuta Acadêmica estamos aqui para ajudá-los neste percurso, assim como o Núcleo de Apoio Psicopedagógico aos Estudantes de Medicina (Napem), a ouvidoria e várias outras áreas de acolhimento da Faculdade”, garantiu.

A psicóloga frisou ainda a necessidade de que todos trabalhem juntos para corrigir possíveis falhas, desde a infraestrutura ao relacionamento de alunos e professores. “Esperamos que vocês saiam daqui melhores do que entraram e deixem a faculdade ainda melhor”, acrescentou.

Outro ponto destacado foi o Coletivo de Mulheres Alzira Reis, fundado no fim de 2014 por estudantes dos diversos períodos da Medicina. “A faculdade, assim como toda a sociedade, é um local onde se reproduz o machismo. Nosso objetivo é lutar contra situações preconceituosas no nosso curso”, explicou Juliana Arruda, membro do grupo.

Os estudantes puderam conhecer ainda entidades como o Diretório Acadêmico, além das instalações do Campus Saúde.

A recepção dos novos alunos se estende por toda semana. Confira a programação.

    Contador de visitas: 981 visualizações

    Veja também: