A Faculdade de Medicina da UFMG é a primeira instituição acadêmica do Brasil a sediar um Núcleo de Políticas Informadas por Evidências. A inauguração aconteceu na noite dessa quarta-feira, 16, na sala 150 da unidade, e contou com a presença de alunos e profissionais da saúde, professores do Departamento de Saúde Mental, e dos representantes do Departamento de Ciência e Tecnologia Ministério da Saúde (Decit), Jorge Barreto e Nathan M. Souza.

Com o objetivo de promover o uso sistemático de evidências de pesquisas de saúde na formulação de políticas públicas, a EVIPNet – Rede para Políticas Informadas por Evidências – é uma iniciativa da Organização Mundial da Saúde (OMS) e foi instituída no Brasil em 2007.

O núcleo inaugurado na Faculdade de Medicina é o sétimo do país. “Ele faz parte de uma rede, que atua em outros estados, e o principal objetivo é ajudar os gestores públicos a utilizarem as evidências científicas para a formulação e implementação das políticas de saúde”, explica o professor do Departamento de Saúde Mental da Faculdade de Medicina da UFMG, Leandro Malloy.

Inicialmente, serão trabalhados estudos das áreas de saúde mental e pediatria. O professor do Departamento de Saúde Mental da Faculdade de Medicina da UFMG, Marco Aurélio Romano-Silva, irá coordenar o grupo de trabalho.

O representante do Ministério da Saúde, Jorge Barreto, explicou que a demanda pode surgir da gestão dos governos e até mesmo da própria gestão da universidade. “Esse grupo fará a chamada ‘Síntese de Evidencias’, formatada para facilitar o entendimento da informação científica”, disse.

As etapas da Síntese de Evidências vão desde a percepção de um problema relevante na saúde, até a consideração de opções e estratégias de implementação delas.

Grupo de trabalho do núcleo participa do curso de capacitação. Foto: Miguel Vidal/Ministério da Saúde

Grupo de trabalho do núcleo participa do curso de capacitação. Foto: Miguel Vidal/Ministério da Saúde

Curso de Capacitação

Nos dias 15 e 16 de julho, o grupo de trabalho do Núcleo de Evidências passou por um curso de capacitação para a utilização das ferramentas SUPPORT – Ferramentas para Políticas Informadas por Evidências. Essas ferramentas são um conjunto de métodos que transformam o conhecimento científico em textos de linguagem e formatos adaptados a diferentes públicos e mídias.

*(Notícia atualizada em 18/07/2014, às 14h42)

    Contador de visitas: 682 visualizações

    Veja também: