Notícias Externas

Faculdade de Medicina cria Centro de Relações Internacionais


Publicado em: ExternasNotícias - 18 de dezembro de 2015

IMG_5190

Foto: Carol Morena

A Faculdade de Medicina da UFMG instalou, nessa quinta-feira, 17 de dezembro, seu Centro de Relações Internacionais (CRInter). A criação do órgão é pioneira na Universidade e foi motivada pelas relevantes trajetórias internacionais e intercâmbios da comunidade acadêmica. O Centro nasce com o objetivo de incentivar e ampliar os diversos interesses e as ações de internacionalização já existentes na Unidade.

Segundo o diretor da Faculdade, Tarcizo Nunes, a criação do Centro irá unificar as relações internacionais individuais que já ocorrem. “Devido ao nosso grande número de professores com percursos internacionais próprios, há inúmeras ações e parcerias sendo realizadas individualmente”, explicou. “Por isso, esse é um passo importante para inserir e intensificar a Faculdade na internacionalização, pois fará com que as ações fluam mais institucionalizas e se fortaleçam”, completa.

A vice-reitora da UFMG, Sandra Regina Almeida, que presidiu a reunião de instalação, também apontou a formalização dessas ações como um grande desafio. “A Universidade tem muitas cooperações internacionais, mas posso dizer que 40% dessas ações não chegam à administração central”, relatou. Segundo ela, a criação do CRInter é a realização de um desejo  antigo, pois é o estabelecimento de uma estrutura que poderá dar suporte a toda a potencialidade das relações estabelecidas pela Faculdade e que, certamente, gerará uma relação mais próxima com a administração da UFMG, por meio da Diretoria de Relações Internacionais (DRI).

“Ficamos extremamente felizes de que essa proposta tenha vindo da Faculdade, pela percepção própria dessa necessidade. Preocupar em receber alunos estrangeiros é justamente um dos nossos maiores desafios”, afirmou Fábio Alves da Silva Júnior, diretor da DRI. Júnior também ressaltou o programa de extensão Bem-vindo, criado pela Medicina e que foi incorporado e ampliado pela DRI para dar condições de acolhimento cada vez mais atrativas. “Essas ações dependem da colaboração de todas as unidades e o Centro se torna fundamental. Este é um momento muito importante e tenho certeza que as outras unidades poderão se inspirar nessa ação da Faculdade de Medicina”, pontuou.

Impacto do Centro de Relações Internacionais

O diretor Tarcizo Nunes assina a ata da reunião. Foto: Carol Morena

O diretor Tarcizo Nunes assina a ata da reunião. Foto: Carol Morena

A vice-reitora destacou ainda que, nos últimos anos, a UFMG tem sido demandada sobre dados de ações de internacionalização, os quais impactam na matriz orçamentária da Instituição e em posicionamentos de alguns rankings de universidades. Mas, na atualidade, ainda não é possível atender a contento tais solicitações porque não se tem todas as informações das suas unidades. “Dessa forma, somos impactados diante de outras universidades. Essa ação da Faculdade de Medicina veio ao encontro de uma grande necessidade que temos em ter maior interação, maior mapeamento e formalização dos dados”, ressaltou.

“Pensamos em levar esse modelo da Medicina para outras unidades da UFMG, dada a importância de termos esse tipo de estrutura de um órgão, vinculado a varias áreas, cuidando da internacionalização no ensino, na pesquisa e na extensão”, continuou Sandra. Ela reconheceu a criação do CRInter como uma iniciativa extremamente produtiva não só para a Medicina, mas para a Universidade como um todo, e colocou a Reitoria à disposição para a consolidação do projeto.

Funcionamento do CRInter

IMG_5270

Ao final da reunião, os presentes visitaram a estrutura física do CRInter. Foto: Carol Morena

O CRInter foi proposto como um trabalho pró-ativo entre a Faculdade de Medicina, a Reitoria da UFMG, por meio da DRI, e os coordenadores dos cursos de graduação e pós-graduação, abrangendo todo seu corpo docente, discente e técnicos, em parceria com o Hospital das Clínicas (HC) da UFMG. Para sua coordenação foi nomeado o professor do Departamento de Medicina Preventiva e Social, Ulysses Panisset, doutor em Relações Internacionais e com mais de 25 anos de experiência em promoção da cooperação internacional no ensino, pesquisa e extensão. O sub-coordenador nomeado foi o Alexandre Rodrigues Ferreira, professor do Departamento de Pediatria e gerente de Ensino e Pesquisa do HC.

O Centro funcionará na sala 57, andar térreo da Faculdade. Sua estrutura é assegurada por regimento, que deverá ser aprovado pela Congregação da Faculdade de Medicina. Compõe o CRInter os chefes dos Centros de Pós-Graduação, de Pesquisa, de Extensão e de Graduação, além de um representante dos colegiados, dos discentes e técnicos Administrativos, que compõe o Comitê de Internacionalização; e o Apoio Administrativo.

O Centro tem como competência coordenar as ações institucionais voltadas à cooperação e ao intercâmbio com outras instituições de ensino superior, pesquisa e fomento, sediadas em outros países.  Dentre seus principais objetivos está o de identificar e mapear as diversas iniciativas internacionais em curso do corpo docente e discente; desenvolver estratégias participativas que busquem a inclusão destas iniciativas no campo institucional; divulgar ao conjunto da sociedade os benefícios provenientes desta internacionalização; e promover consultas para elaboração de políticas que incluam o acolhimento de professores e estudantes visitantes.

 

    Contador de visitas: 847 visualizações

    Veja também: